Saiba quem você está atingindo com os seus anúncios no rádio

Quem você está atingindo com os seus anúncios no rádio?

Saiba quem você está atingindo com os seus anúncios no rádio

Quem você está atingindo com os seus anúncios no rádio? Uma pesquisa da universidade Federal do Ceará identificou 25 tipos de ouvintes de rádio que atuam no meio.

Entender quais são essas características pode te ajudar a não só criar anúncios para o rádio que se conectem mais com os ouvintes, bem como, quais ouvintes a sua empresa já atinge.

Vamos conhecer os nossos ouvintes agora.

OS 25 TIPOS DE OUVINTES

1 – Ouvinte Cidadão

Esse tipo de ouvinte é mais politizado, está por dentro dos assuntos, não aceita qualquer opinião e nem os pacotes prontos apresentados pela mídia. Sempre propõe novos temas e discussões.

————————————————————————————————————————

2 – Ouvinte Convergente

Participa por diferentes plataforma como sites, redes sociais, blogs, SMS, E-mail, e demais meios de se comunicar com a rádio.

———————————————————————————————————————

3 – Ouvinte Internauta

Consome a plataforma sobretudo na internet enquanto lê, circula pelas redes sociais… Ele busca, cruza, contesta, discute e corrige informações.

———————————————————————————————————————

4 – Ouvinte Fã

São ouvintes que participam com intuito de interagir com aquele artista que está tocando na rádio ou que está sendo entrevistado. É um volume forte que vem principalmente pelo meio musical.

———————————————————————————————————————

5 – Ouvinte Consumidor

É o que participa ativamente da construção do mercado de consumo. É o tipo mais abrangente, uma vez que estamos inseridos na infinidade de propagandas de produtos e serviços exibidos diariamente.

Ademais, é a principal razão do mercado publicitário existir, vários produtos e serviços conseguem ser vendidos justamente por conta desse ouvinte aberto a consumir.

———————————————————————————————————————

6 – Ouvinte Aficionado

Esse é o ouvinte entusiasta do rádio. Ele entende a importância desse meio de comunicação e usufrui dele interagindo bastante, escutando diariamente e divulgando.

———————————————————————————————————————

7 – Ouvinte Comentarista

Com certeza já escutou essa situação acontecendo. O ouvinte comentarista é sempre estimulado a participar de programas nas quais a opinião do público é uma das atrações. Eles participam por meio de ligação, mensagem de voz, mensagem de texto… de uma forma ou de outra a sua opinião é emitida.

———————————————————————————————————————

8 – Ouvinte Espectador

Este ouvinte não se enquadra como um ouvinte tradicional do rádio porque além de consumir o conteúdo em aúdio, ele também consome a transmissão das rádios pelas redes sociais.

Vem sendo cada vez mais comum as emissoras de rádios transmitirem também, seja no Youtube, no Facebook ou demais redes, uma gravação ao vivo em vídeo dos estúdios.

———————————————————————————————————————

9 – Ouvinte Militante

O ouvinte militante é o que mantém um interferência constante nas emissoras, fala diariamente em vários programas da emissora.

———————————————————————————————————————

10 – Ouvinte Comunicador

Esse é um ouvinte que escuta o rádio e também se comunica através das redes sociais. Procuram promover o protagonismo local Transmitindo fotos, vídeos e textos sem depender de experiências coletivas de gestão e programação de uma emissora. Nesse sentido o ouvinte também passa a ser um usuário que curte, comenta, compartilha.

———————————————————————————————————————

11 – Ouvinte Web

O ouvinte web além de consumir majoritariamente o conteúdo através do site da plataforma, ou por outros meio digitais, possui exigência quanto ao conteúdo. Ele quer saber como isso vai alterar a sua vida no dia a dia, ou sua atuação como cidadão… é focado em conteúdo mais substancial.

———————————————————————————————————————

12 – Ouvinte Fonte

Ouvinte Fonte é um tipo proativo que busca, principalmente, a intervenção de qualquer informação errônea. Atua por iniciativa própria ou em convites à interação.

———————————————————————————————————————

13 – Ouvinte Fiel

É um seguidor da emissora, um tipo valiosíssimo para elas. Eles sabem os nomes dos comunicadores, conhece os programas, os horários, as piadas internas, participa com sugestões e sente que faz parte da rádio (e realmente faz). É também, o que está mais preparado e propenso a divulgar no boca a boca aquela emissora.

———————————————————————————————————————

14 – Ouvinte Torcedor

Esse tem como paixão o futebol e gosta de acompanhar os jogos através do rádio. Bem próximo de ser um aficionado, participa ativamente nessa programação.

———————————————————————————————————————

Como você monitora os seus spots na rádio?

Saber quem você está atingindo com os seus anúncios no rádio é super importante na sua estratégia de marketing. Mas a sua estratégia vai ser em vão se você não monitorar os seus spots.

A prova real para saber se os seus anúncios estão sendo veiculados corretamente e, principalmente, se estão dando algum retorno, só pode ser provada através do monitoramento.

Não perca tempo e dinheiro, converse com um de nossos atendentes para monitorar o seu spot já!

———————————————————————————————————————

15 – Ouvinte Expandido

O ouvinte expandido é caracterizado como aquele se sente, a cada interação com a emissora, como parte do sistema de construção dos conteúdos transmitidos. Ele opina, informa, estabelece pautas.

É um ouvinte que vai se tornando um comunicador e fonte de informação e com isso transformando a sua atitude social.

———————————————————————————————————————

16 – Ouvinte Audiência

São os que entram em contato com a rádio por telefone para enviar recados, críticas, mas com pouca participação nas decisões ou recortes da emissora.

———————————————————————————————————————

17 – Ouvinte Ativo

Se caracteriza como um ouvinte bastante engajado pelas redes sociais da emissora. Envia mensagens, imagens, e procura mais facilidade na interação entre o público e a emissora através das redes sociais.

———————————————————————————————————————

18 – Ouvinte Construtor

Esse é o tipo de ouvinte principal dentro desse grupo. O ouvinte construtor colabora, em certa medida, na construção da programação das emissoras, ele influência também na demais produções radiofônicas, e bem como, nos outros ouvintes e potenciais ouvintes.

———————————————————————————————————————

19 – Ouvinte em Cena

O ouvinte em cena busca participar efetivamente dos programas entrando em cena e fazendo parte do espetáculo do rádio. Também colabora como fonte para a programação.

———————————————————————————————————————

20 – Ouvinte Repórter

Além de colaborar com a construção do conteúdo, ele sugere pautas, faz críticas às reportagens e entrevistas, informa sobre o trânsito… é o que mais com informação os conteúdos da emissora.

———————————————————————————————————————

21 – Ouvinte Enunciador

É como um receptor de rádio que busca estabelecer uma relação com a emissora, por meio de ferramentas interativas para enviar informações, opiniões, perguntas, correções ou críticas, e que tem sua voz, ainda que de forma indireta, inserida na narrativa.

———————————————————————————————————————

22 – Ouvinte Pauteiro

Participa nos bastidores, sugerindo pautas sobre temas que o afetam diretamente.

———————————————————————————————————————

23 – Ouvinte Entrevistado

Participa da programação em enquetes, ou dando seu testemunho a cerca de fatos que tenha vivenciado.

———————————————————————————————————————

24 – Ouvinte Participativo

Entra diretamente na programação, dando sugestões de pauta, informações relevantes, como por exemplo, sobre o trânsito e os problemas da cidade.

———————————————————————————————————————

25 – Ouvinte Produtor

É aquele que envia informações, fotos e vídeos sobre diversos fatos, principalmente sobre os relacionados ao trânsito.

———————————————————————————————————————

Nada disso adianta se você não monitorar os seus spots!

Como você sabe que o seu spot de fato está tocando na rádio? Vai ficar com o rádio ligado o dia todo para escutar se o seu anúncio está sendo tocado ou não na rádio?

Nós te poupamos desse trabalho através da plataforma da Audiency. Por várias situações de logística que acontecem nas rádios, você pode estar pagando por uma inserção que não está tocando.

Como uma empresa fundamentada em dados, acreditamos que podemos mudar a forma como os anunciantes investem no rádio, com mais logística, mais assertividade e transparência entre as emissoras e os anunciantes.

A Audiency atende empresas por todo o Brasil, de pequeno a grande porte. Entre os nossos cases de sucesso estão grande cooperativas de crédito, redes de supermercado, e inclusive monitoramos as campanhas de rádio das eleições de 2022.

A Audiency disponibiliza 7 dias gratuitos para monitorar o seu spot, você pode testar a plataforma clicando aqui.

Nós certificamos a todos os nossos clientes: O que toca no rádio, aparece aqui!

Banner monitore o seu spot

Acompanhe também as nossas redes sociais:

Instagram | Facebook | Linkedin | Youtube

audiency.io

A importância da criatividade no seu anúncio de rádio

A importância da criatividade no seu anúncio de rádio

Parece clichê, mas a importância da criatividade no seu anúncio de rádio muitas vezes não é compreendida pelos setores de Marketing.

Nós separamos 5 dicas que vão fazer você mudar a forma como você investe no rádio! Dando mais criatividade e retorno nos investimentos nessa mídia.

Dicas de criatividade no seu anúncio de rádio

1- Pergunte-se: o que o seu lead escuta na rádio?

O meio rádio é consumido por milhares de brasileiros diariamente, e o hábito de escutar rádio só aumenta. O estudo do Kantar Ibope mostra que 83% da população das regiões metropolitanas escutam rádio, um aumento de 3 pontos porcentuais em relação ao ano passado.

Mas o que essa pessoa, que é um potencial cliente, escuta na rádio? Será que ela escuta mais música? Ou é mais interessada nas notícias? E mais, ela está escutando através da antena ou da web?

Todas essas dúvidas darão um norte para que possamos trabalhar em cima dessa comunicação. Por exemplo, se o seu lead escuta mais notícias no rádios, o tom do seu anúncio deve ser mais sério e objetivo, se o seu lead escuta mais a programação musical, que tal investir em um jingle para a sua empresa?

2- Investir no rádio é barato!

Das mídias tradicionais, o rádio é o meio que possui mais instantaneidade e menor custo. Alinhada com a dica a cima, os testes são fáceis e mais que necessários! Portanto, da mesma forma que você faz um anúncio no Google ou no Facebook, no rádio é o mesmo pensamento! Então não se preocupe em lidar com várias ideias, tire o máximo de proveito delas e teste-as!

3- O rádio existe para ser escutado!

Essa é a dica mais importante sobre a importância da criatividade no seu anúncio de rádio. O rádio existe como uma mídia que reproduz sons, seja uma música ou uma conversa… por mais que ainda há meios de consumir visualmente o rádio (em uma transmissão no Youtube como a Jovem Pan ou a CNN), o carro-chefe do rádio é o áudio.

Agora te pergunto, que tipo de experiência o seu anúncio traz para o ouvinte? Quais os sons que vão chamar a atenção do seu lead? Será que o seu texto é realmente cativante o suficiente para levar esse lead a conhecer a sua empresa e o seu produto? Será que o seu spot tem qualidade sonora para tocar nos dispositivos? Depois que ele escutar o seu anúncio, que tipo de ação você quer que ele tome?

Sobretudo, pensar na experiência do seu spot é necessário.

4- Os dados são o maior aliado da criatividade

Definitivamente, os dados são o maior aliado da criatividade. Não dá pra ser criativo se não temos os dados que vão criar uma referência sobre as coisas e situações que estamos lidando.

Acompanhar os seus resultados nas suas campanhas, ficar a par das principais pesquisas do país sobre o consumo de rádio, como os seus concorrentes investem em rádio…

Todas essas dicas que lhe demos são perguntas que geram dados, e esses dados é que realmente devem ser a sua bússola para os resultados que deseja obter com essa mídia.

5- O rádio é humano!

O rádio é muito humano pois escutamos a figura mais emblemática do rádio, o radialista! O radialista é o responsável por animar a programação, trazer informação, opinião… e faz sentir que fazemos parte daquela conversa. Essa imersão do rádio é o que faz a mídia criar uma ação imediata do seu lead!

Quem escuta o rádio gosta de música, gosta de rir, gosta de se informar, e gosta de se envolver com aquela programação, pedir uma música, fazer uma pergunta… O que o seu spot está humanizando? Será que está claro a ação do seu spot? Será que a sua comunicação está sendo humana? O seu spot passa algum sentimento?

Agora, você que está investindo no rádio, como você faz a gestão dos seus spots?

Nada disso adianta se você não monitorar os seus spots!

Agora você sabe a importância da criatividade no seu anúncio de rádio, mas como você sabe que o seu spot de fato está tocando na rádio? Vai ficar com o rádio ligado o dia todo para escutar se o seu anúncio está sendo tocado ou não na rádio?

Nós te poupamos desse trabalho através da plataforma da Audiency. Por várias situações de logística que acontecem nas rádios, você pode estar pagando por uma inserção que não está tocando.

Como uma empresa fundamentada em dados, acreditamos que podemos mudar a forma como os anunciantes investem no rádio, com mais logística, mais assertividade e transparência entre as emissoras e os anunciantes.

A Audiency atende empresas por todo o Brasil, de pequeno a grande porte. Entre os nossos cases de sucesso estão grande cooperativas de crédito, redes de supermercado, e inclusive monitoramos as campanhas de rádio das eleições de 2022.

A Audiency disponibiliza 7 dias gratuitos para monitorar o seu spot, você pode testar a plataforma clicando aqui.

Nós certificamos a todos os nossos clientes: O que toca no rádio, aparece aqui!

Acompanhe também as nossas redes sociais:

Instagram | Facebook | Linkedin | Youtube

audiency.io

sera que a voz do Brasil passa no streaming?

Será que a Voz do Brasil passa no streaming?

Será que a Voz do Brasil passa no streaming? A Audiency Brasil realizou o monitoramento da campanha eleitoral de 2022 nas rádios do Brasil e, os relatórios apresentados deixaram muitas pessoas em dúvida sobre o método de monitoramento das rádios por meio do streaming. Será que a programação exibida na antena é a mesma do streaming?

Para esclarecer um pouco mais sobre o uso desse método e sua eficácia, resolvemos montar este material. Como uma empresa que trabalha fundamentada em dados, essa é a melhor forma de comprovarmos qualquer informação. Como já diz a expressão: “Contra fatos não há argumentos”.

Alguns estudos sobre o consumo de rádio no streaming

Primeiramente, como demonstra o estudo Inside Radio, da KANTAR IBOPE, o consumo de rádio da população de 13 regiões metropolitanas estudadas, aumentou em 3 pontos percentuais totalizando 83% em comparação com o ano passado. Tendo como base esse consumo, aproximadamente 7.4 milhões dessas pessoas ouviram rádio através da web.

Ademais, 29% dos ouvintes consideram que a possibilidade de escutar a rádio de maneira online, mudou a forma como consomem o meio.

O estudo também aponta, que houve um crescimento de 85% em comparação com 2019 sobre o consumo do rádio através da internet.

Esses estudos demonstram como o rádio vem aumentando a sua popularidade enquanto os ouvintes estão aderindo cada vez mais ao consumo de rádio através do Streaming (web).

Portanto, para poupar gastos, esforços e seguir a nova tendência de consumo, a maioria das emissoras no Brasil, transmitem por streaming a mesma programação daquela veiculada pelo rádio convencional (no rádio de pilhas, no carro ou outro).

Perguntamos para as rádios do porquê a programação ser a mesma…

“É um problema pessoal, de pessoas, e outro é um problema de quebra de horário. Como o locutor trabalha em um determinado horário, aquela ‘Voz do Brasil’, que é das 7 às 8, geralmente acaba os turnos. Não fica ninguém ali. O último das 7 horas, ele abre o canal da onde vai se pegar “A Voz do Brasil”, coloca e vai embora. Depois desse momento chega o locutor que entra as 8 horas da noite”

“E falando nesse turno… é uma hora que você vai pagar extra ou uma hora que não justifica, então toca a mesma programação. Claro que algumas rádios, que tem uma infra estrutura maior, ela tem um pessoal que continua fazendo para o aplicativo, para o streaming… mas a maioria não…” – responde Johann da rádio Amizade, de Igrejinha – Rio Grande do Sul.

Perguntamos também para a rádio Studio FM 99.1 de Jaraguá do Sul. Eles respondem:

“Sobre a transmissão da Voz do Brasil, transmitimos a mesma programação no rádio quanto na web, por uma questão de padrão de programação e otimização de procedimentos. Além disso, reconhecemos a efetividade da ‘Voz do Brasil’ como um hábito, inserido, há muito, na cultura brasileira e radiofônica.”

Mesmo com todo investimento feito pelas emissoras para estar cada vez mais presente no digital, ainda há desencontros e entendimentos diferentes sobre a transmissão via antena e streaming. Podemos usar como exemplo, o fato de que, durante a programação da CNN, a jornalista Raquel Landim afirmou categoricamente que não há veiculações do programa “Voz do Brasil” pelo streaming das rádios.

Será que a Voz do Brasil passa no streaming?

Em contraponto às falas da jornalista, logo após àquele horário da CNN, a Audiency fez o monitoramento da veiculação da “Voz Do Brasil” pelo streaming.

Eis que, somente no horário das 19h00 daquele mesmo dia, quase 3.000 emissoras veicularam o programa obrigatório “A VOZ DO BRASIL” via streaming (web).

Nesse cenário, observa-se que, é absolutamente predominante o fato das emissoras de rádios transmitirem a mesma programação tanto pela web como pelo sinal da antena.

No vídeo, a Audiency exibe o mapa do Brasil, identificando pelos pontos verdes as emissoras transmitindo em tempo real o programa. Nos pontos laranjas, mostra-se as emissoras que veicularam no mesmo dia. Como podemos ver, o programa foi exibido em todo o país por meio do streaming.

Portanto, reitera-se o valor do rádio com sua significativa ampliação de cobertura quando usa também a internet para ser ouvida sem fronteiras.

Muitos anunciantes publicitários ampliaram seus investimentos no rádio, justamente pela interface da web que, possibilita, além de ser ouvida, também fazer o checking.

O rádio mudou, e mudou para melhor.

Comunicado Audiency Brasil - eleições 2022

Eleições 2022 – Comunicado Oficial Audiency Brasil

Por meio deste comunicado, a empresa Audiency Brasil Tecnologia ratifica seu compromisso em apresentar sempre de forma clara e transparente o resultado de seu trabalho.

Baseada em uso de tecnologia avançada, a operação da empresa entrega relatórios completos de checking em emissoras de rádio, em tempo real e retroativos.

Tudo é acessado por login e senha no dashboard, com simplicidade e facilidade.

A operação tecnológica é absolutamente consistente, na medida em que faz com fidelidade a leitura dos materiais inseridos no sistema e por espelhamento os transforma nos mais completos relatórios, todos à prova de qualquer adulteração ou edição.

De maneira recorrente, os clientes da Audiency utilizam os relatórios de veiculações para efetuar os respectivos pagamentos às emissoras de rádios contratadas, com total fidedignidade. Prática altamente difundida no meio publicitário.

A acreditação social da empresa decorre da grande aceitação de seus serviços no mercado de atuação, onde conta com um respeitável portfólio de clientes, dentre eles ALESC – Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, onde foi vencedora de certame licitatório, onde o contrato está sendo rigorosamente cumprido, bem como, empresas varejistas, atacadistas, cooperativas de crédito, fintechs, rede de farmácias, multinacionais e também empresas públicas.

A contratação da empresa para monitorar a campanha eleitoral decorre de sua expertise e capacidade técnica instalada, com alcance em todo o território nacional, contando especialmente com um robusto banco de dados e mais de seis mil emissoras de rádios cadastradas em seu sistema, além de atuar em mais 18 países.

A captura de sinal das emissoras é a fonte de dados, permanecendo com os áudios por pelo menos trinta dias em seu acervo, servindo inclusive como fonte de consulta das próprias emissoras, que em muitos casos recorrem à Audiency para recuperar gravações de veiculações de conteúdos já transmitidos e que precisam ser demonstrados e comprovados.

A empresa ratifica seu compromisso com a mais absoluta verdade, ou seja, o que foi programado e inserido no sistema estará nos relatórios com toda a transparência.

A empresa refuta veementemente as insinuações de inconsistências de seus relatórios e dados apresentados e está disponível para prestar qualquer prova que o judiciário julgar necessário.

Anacleto Ortigara

CEO da Audiency Brasil

Siga nossas redes sociais

Instagram | Youtube | Linkedin

Saiba o que é choque de concorrência com a Audiency

Choque de concorrência: já aconteceu com sua empresa?

O mercado tal como existe atualmente é bastante dinâmico e exige uma grande dose de criatividade para a propagação das marcas.  As campanhas publicitárias são ferramentas poderosas que ajudam a aproximar e fidelizar as marcas dos seus consumidores.

Claro que o investimento em publicidade é significativo, e por isso mesmo precisa ser acompanhado com cuidado e critério. Um dos problemas que podem ocorrer é o chamado “choque de concorrência”.

O que é choque de concorrência?

Mas o que é isso? O choque de concorrência acontece quando uma emissora divulga na sequência ou em curto espaço de tempo, na mesma programação, anúncios de empresas concorrentes.

Essa prática é vetada pelo código do Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária, e tem o objetivo de proteger os anunciantes, especialmente os menores que têm dificuldade de enfrentar os grandes conglomerados.

E para que os anunciantes tenham esse controle dos resultados de seus investimentos publicitários, a já existem ferramentas com tecnologia para identificar e informar os anunciantes em casos como este. Entre elas, a plataforma desenvolvida pela Audiency possui um combo de ferramentas para que o anunciante acompanhe a qualquer momento a exibição de seus anúncios.

A ferramenta certa para controlar sua publicidade

Essa plataforma efetivamente grava a programação das emissoras permitindo aos anunciantes emitirem relatórios com alguns minutos antes da exibição de seu anúncio e alguns minutos depois, para efetivamente controlar se não está sendo submetido a esse choque.

Trata-se de uma ferramenta muito importantes, especialmente para os anunciantes locais, que competem com os grupos nacionais. Assim, o anunciante consegue realizar essa aferição e fazer as correções necessárias junto aos gestores das rádios.

Motivos de perda publicitária

Além do choque de concorrência, outro grande motivo de perdas publicitárias está nos anúncios veiculados fora da faixa horária, em dias diferentes do contratado, falhas na logística de distribuição e recebimento dos spots, entre outros.

Com a Audiency você poderá acompanhar a eficácia da sua campanha. Com uma completa gestão da toda logística que envolve a publicidade no rádio, a Audiency possui soluções para cuidar distribuição do seu spot para as emissoras, acompanhamento e monitoramento de campanha, algumas das  seis etapas de uma campanha publicitária de sucesso.

Agora que você já sabe o que é choque de concorrência e conhece alguns dos motivos das maiores perdas publicitárias, conheça o case de uma rede de supermercados que identificou um déficit de exibição das campanhas que alcançaram 24,9%.

Tecnologia para análise de campanhas de rádio

Conheça tudo que a Audiency, a startup catarinense que cresceu mais de 150% no último ano, ajudando anunciantes na logística das campanhas publicitárias no meio rádio.

Entre em contato com os consultores e saiba como realizar uma análise gratuita da sua campanha no rádio.

Siga as redes sociais da Audiency

Instagram | Facebook | Linkedin | Youtube | Twitter

Checking de mídia o que é e quando usar - audiency

Checking de mídia no momento que você precisa

Saiba como e porque acompanhar sua campanha  publicitária e o retorno de seu investimento

O investimento em campanhas publicitárias pode ser extremamente bem sucedido e trazer um retorno muito bom em termos de negócios, porém, como todos os investimentos, precisa ser acompanhado de perto.

No ramo publicitário, é também de vital importância o acompanhamento cuidadoso do investimento feito na campanha. Ou seja, saber se os anúncios foram divulgados nos canais ou veículos contratados, nos horários  e programas escolhidos.

Quando o veículo escolhido é o rádio, que é o canal de preferencia de cerca de 80% da população, as chances de sucesso são grandes, mas isso não elimina a necessidade de acompanhamento da execução e do retorno.

A esse processo de acompanhamento chamamos de checking de mídia, e é ele que nos assegura o controle das veiculações da campanha, verificando o número de publicações nas diversas mídias, o tempo e horário de exposição em rádio e TV.

Para que se realize esse acompanhamento é fundamental termos dados que balizem as análises, e esses dados, quando devidamente tratados, abastecem um completo banco de dados com informações estratégicas importantíssimas, que permitem ao cliente e sua agência avaliar a qualidade e eficácia de sua campanha publicitária, e o retorno do investimento realizado.

Checking de Mídia: novas formas de monitorar uma campanha

Com o avanço das ferramentas tecnológicas, hoje é possível ter ajuda para realizar essa tarefa. Justamente pensando em resolver uma eterna “dor de cabeça” dos anunciantes na hora de comprovar a execução das veiculações publicitárias que surgiu a Audiency.

Uma startup catarinense com uma completa plataforma que não só acompanha toda a execução de uma campanha, como distribui spots, realiza o contato para verificação da correta execução e muito mais. O melhor de tudo, o cliente acompanha tudo por meio de login e senha, no pc, tablete ou smartphone.

Praticidade e simplicidade

De maneira simples e intuitiva, rapidamente o assinante pode ver e acompanhar o desempenho de seus anúncios em relatórios simplificados por emissoras, horários e programações, além de acompanhar a distribuição dos spots, e fazer o acompanhamento de todas as veiculações, tudo em tempo real, com a geração instantânea de relatórios gerenciais ou checking de mídia ao final de uma campanha.

Todo o acompanhamento é realizado para os clientes de duas formas: Geral, onde todas as veiculações do material (dos spot’s) são acompanhadas e administradas pelo cliente e, a outra forma é onde o Pedido de Inserção (PI) cadastrado no sistema é acompanhado pela equipe Audiency para contato e ressarcimento.

Soluções Audiency para emissoras e anunciantes

O dashboard de monitoramento permite que a supervisão da publicidade aconteça de forma proativa, além de favorecer a identificação dos problemas no exato momento em que acontecem, facilitando a comunicação das emissoras com os anunciantes. Confira o case da rede de supermercados e inspire-se.

Para as emissoras cadastradas facilidade em receber spots, disponibilizar relatórios, realizar ajustes e comprovar a eficácia do alcance. Já para agência, a solução completa para uma visão geral da campanha, e a segurança de uma prestação de contas para o cliente com checking de uma plataforma especializada na gestão de dados das emissoras de rádio.

Por trabalhar em tempo real, a plataforma coleta, processa e armazena dados que possibilitam uma análise de tudo que é veiculado em milhares de rádios do Brasil e de mais 18 países.

Precisando otimizar o trabalho, gerar mais resultados e ter o controle da publicidade radiofônica na palma da sua mão? Sim, você também pode se beneficiar dessa ferramenta essencial para anunciantes.

Serviço:

Audiency

Site

Fone: 48 98857-5559

           48 99117-5887

Facebook

E-mail: contato @audiency.io

diferença entre rádio comunitária, rádio educativa, rádio web e rádio comercial segundo audiency

Anunciante: Você sabe a diferença entre rádio comercial, comunitária, educativa e web?

Se você é anunciante do meio rádio, certamente já parou para pensar em qual a diferença de uma emissora de rádio comercial, comunitária, educativa e web. Como então escolher a emissora ideal?

O rádio é um meio de comunicação altamente eficaz. Seu alcance ultrapassa barreiras e atinge todas as camadas da sociedade. Entretanto, é importante ressaltar que nem todas as rádios são iguais, ou melhor, nem todas têm o mesmo modo de operação. Podemos separar as emissoras de rádio em quatro categorias: comercial, educativa, comunitária e web.

Vamos então conhecer cada uma delas? Descobrir como e onde o brasileiro ouve rádio.

Rádio comercial (ou radiodifusão privada):

Trata-se de uma emissora mantida e gerenciada por empresa, em geral de natureza privada, que recebeu permissão para a exploração comercial dentro dos parâmetros estabelecidos por limites da lei.

Ela opera em Frequência Modulada (FM) mas algumas emissoras ainda operam em (AM) e exibem um áudio estéreo de elevada qualidade. Além de operar de forma regional, muitas formam redes e ampliam seu alcance.

Como o nome indica, está essencialmente baseada na prática de exibir publicidade para obter lucro e podem veicular as propagandas por meio de programas informativos, jornalísticos, educativos, culturais e outras categorias.

É o principal formato, com o maior número de emissoras no país e detentoras da maior fatia de audiência.

Rádio Comunitária

Criada pela Lei 9.612, de 1998, regulamentada pelo Decreto 2.615 também deste ano. Por lei, é um sistema de radiodifusão sonora em frequência modulada (FM), de baixa potência (25 Watts), com um alcance limitado de no máximo um quilômetro a partir do ponto de localização de sua antena transmissora.

Seu conteúdo deve ser popular e relevante para um público local específico. As rádios comunitárias pertencem e são influenciadas pela comunidade na qual estão inseridas e, legalmente, não possuem fins lucrativos.

O serviço de rádio comunitária é outorgado a associações e fundações comunitárias sem fins lucrativos, que precisam estar sediados na localidade da prestação do serviço. As estações de rádio comunitárias devem ter uma programação pluralista, e devem permitir a expressão de todos os habitantes da região atendida.

Podemos dizer que esse formato de rádio surgiu como instrumento participativo e democrático, afinal de contas, tem como principal objetivo prestar serviços de divulgação de interesses da comunidade onde está inserida.

Rádio Educativa

Entende-se por serviço de radiodifusão educativa a transmissão de programas educativo-culturais, que funcionam em parceria com os sistemas de ensino de qualquer nível ou modalidade, que visa a educação básica e superior, a educação permanente e formação para o trabalho.

Além disso, deve também compreender as atividades de divulgação educacional, cultural, pedagógica e de orientação profissional.

Web Rádio

Adaptando-se para o mundo virtual eis que surgem as rádios web. São emissoras que podem ser ouvidas pela internet. Com um baixo custo e um alcance sem fronteiras, são emissoras que podem ser ouvidas em qualquer lugar do planeta.

Podemos citar como uma das grandes diferenças entre a rádio convencional (AM e FM) e a web rádio é a forma de transmissão. Enquanto as rádios AM/FM se propagam através de ondas eletromagnéticas, as web rádios são transmitidas através de streaming, tecnologia de transmissão de dados pela internet.

Agora que você conhece cada um dos quatro principais tipos de emissoras, o tipo de alcance e a fatia de mercado que detém, você, como anunciante, consegue imaginar qual a melhor emissora para anunciar? Todas! Sabe porquê? Por que mais de 80% da população ouve rádio.

Evolução do rádio e seus alcances

Nestes mais de 100 anos do vovô da comunicação, ele se reinventou, se adaptou as mudanças e continua sendo um dos meios preferidos para ouvir música, se informar e se divertir.

Um relatório divulgado pela Kantar em abril de 2022 revela que atualmente 46% dos brasileiros ouvem o rádio via dial e 12% por meio digital. Outro dado interessante é que em 2021, 36% dos ouvintes de rádio possuíam aplicativos de rádio, uma alta de 86% em relação à 2017 e, pasmem, o consumo do rádio online cresceu 186% em comparação com 2019.

Mas com tantos tipos de emissoras, em tantos locais, com tipos de publicidade em diversos formatos, como você consegue saber se a publicidade está sendo veiculado conforme o contratado?

Monitoramento publicitário é estratégia

Se os formatos são diferentes, se os horários são indeterminados, se as praças ultrapassam os limites da cidade e as quantidades variam por campanha ou ação, como então monitorar toda essa publicidade? Simples assim, contratar a Audiency.

Quem conhece o potencial do rádio anuncia. Quem anuncia sabe da importância de ter uma gestão efetiva de toda campanha, desde a distribuição dos spots, até o checking de tudo veiculado.

Saiba como podemos ajudar sua empresa a ter um retorno ainda melhor neste valioso meio. Solicite agora mesmo a avaliação da sua campanha e faça parte dos inúmeros cases de sucesso tanto no mercado varejista como redes de supermercados, quanto cooperativas de crédito, no setor financeiro.

Siga nossas redes sociais e acompanhe muitas outras dicas de como a publicidade no rádio pode impulsionar suas vendas e gerar credibilidade na marca.

Instagram | Facebook Linkedin | Youtube | Twitter

Rádio multiplataforma o que é, por audiency

Rádio multiplataforma: vencendo o limite das ondas

Com todos os avanços observados nos meios de comunicação nas últimas décadas, uma verdade continua forme e sólida: o rádio é o meio de comunicação mais ouvido pela população brasileira.

Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada em 2019 pela Kantar IBOPE Media, a qual computou que  83% dos brasileiros (ou seja, 3 em cada 5 ouvintes) escutam rádio todos os dias, sendo que o consumo médio gira em torno de 4h33 horas por dia.

Um dos fatos interessantes ocorridos nessa evolução foi o grande avanço de tecnologias na área digital, que permitiu levar também para esse espaço o serviço de radiodifusão.

Dessa forma, incluir sua emissora também nas plataformas digitais passou a ser mais que uma estratégia de marketing, um fator de sobrevivência. Esse mesmo estudo da Kantar também levantou que, dos ouvintes que usam outros dispositivos além do rádio tradicional,  66% ouvem rádio pelo celular, seguido pelo computador, com 37% .

Então, a forma de garantir sua fatia nesse bolo tão concorrido é transformar sua emissora em uma rádio multiplataforma e assim, conseguir entregar o seu conteúdo em diversos formatos e plataformas.

É assim que a seus ouvintes conseguirão acessar a informação da maneira mais adequada para eles, no momento em que quiserem e no formato que preferirem. Assim, é muito importante disponibilizar sua programação em diversos formatos e em diferentes telas e canais.  O uso dessas novas tecnologias e ferramentas oferecerão uma experiência muito mais rica e interessante para seu público.

Tempos modernos exigem ações vanguardistas

Para que sua emissora ocupe maior espaço nesse amplo terreno digital, é importante observar certas ações essenciais:

  • Site moderno e atualizado – isso permitirá que você permita que seu ouvinte acompanhe sua programação online
  • Esteja sempre visível no universo online – use e abuse das redes sociais, onde você pode fazer lives e transmissões ao vivo. Mas lembre-se: é importante manter essas redes sempre atualizadas e dar feedback aos comentários dos ouvintes
  • Permita ao seu ouvinte interagir com a programação da rádio pelo celular: estar próximo do seu ouvinte, ainda que pelo caminho virtual, é fundamental. Disponibilize um canal de WhatsApp onde ele poderá fazer solicitações de músicas, enviar mensagens a amigos e familiares, dar dicas e sugestões, etc.
  • Podcast é o caminho – se sua programação contempla entrevistas, humor, programas de inspiração ou qualquer outro tema recorrente, use o serviço de “áudio por demanda” ou podcast. Você não vai errar.

Lembre-se: as novas tecnologias são cada vez mais úteis e permitirão que sua programação chegue onde as ondas convencionais não alcançam. Então, modernize-se e amplie seu público fiel.

Serviço:

Audiency

Site

Fone: 48 98857-5559

           48 99117-5887

Facebook

E-mail: contato @audiency.io

Como você controla o investimento em rádio? A Audiency auxilia os anunciantes do meio

Como você controla seu investimento em anúncios de rádio?

Anúncios em rádio constituem em um importante investimento para qualquer negócio, e correspondem a um valor considerável dentro do orçamento de cada organização.

Assim, como em qualquer outro investimento, é importante acompanhar sua evolução e obviamente o retorno que esse investimento traz para a organização. Essa equação tem fatores muito importantes que devem ser observados tanto pelo contratante quanto pela rádio contratada.

Para ser bem sucedida, a publicidade no rádio depende de diversos itens que precisam ser observados, e o anunciante precisa olhar com atenção para eles.

  • Cada campanha publicitária tem um público-alvo bem específico e escolhido com atenção. Para que esse público seja atingido, é preciso que a peça seja exibida no horário preciso e determinado.
  • O spot ou peça publicitária também é preparado com cuidado para cada campanha, dentro do que a empresa espera atingir e comunicar. 
  • Data e quantidade de exibições são definidas e estabelecidas em contrato, tendo em mente o objetivo de cada campanha.

Publicidade no rádio: Como controlar?

Mas como controlar tudo isso? O mercado oferece ferramentas que permitem acompanhar todo o processo, desde o momento da contratação da campanha publicitária, passando pela distribuição dos spots para as emissoras de rádio até o checking de sua campanha, com emissão de relatório 100% auditado e verificado.

Uma dessas plataformas é a Audiency, que foi desenvolvida justamente para que o anunciante possa acompanhar todo o processo e analisar em tempo real a eficácia de sua campanha.

Com ela o anunciante informa a PI com a quantidade e horário, realiza a distribuição dos anúncios para as emissoras, visualizando exatamente quando os spots baixados pela OPEC e quando estão sendo veiculados, ou seja, se estão dentro do que foi contratado.

Gestão e distribuição de publicidade radiofônica

Com uma plena gestão da campanha, agências e anunciantes evitam atrasos no envio dos materiais, eliminam “desculpas” de não recebimento do material, impede atrasos na programação de spots corretos e garante que os spots chegarão exatamente a quem deve chegar, dentro do prazo e da forma correta. Menos erros, publicidade mais efetiva.

Outra característica da plataforma é permitir ao anunciante acompanhar, por meio de um dashboard intuitivo, se os spots estão sendo veiculados nos horários previstos e na quantidade de exibições corretas.

A ferramenta permite acompanhar as veiculações de peças publicitárias no momento em que são exibidas, por um mapa que sinaliza o momento da execução. O acompanhamento pode ser feito por meio de relatórios diários, por campanha, por emissora, entre outros. Tudo acessível pelo celular, tablet ou pc.

O dashboard de monitoramento permite que a supervisão da publicidade ou das músicas aconteça de forma proativa, além de favorecer a identificação dos problemas no exato momento em que acontecem.

Como avaliar sua campanha no rádio

Já são inúmeros casos de sucesso em diferentes segmentos econômicos. Na área publicitária, por exemplo, um dos cases de sucesso envolvendo agência é de uma rede de supermercados. Com a ferramenta foi possível reduzir as perdas e aumentar a efetividade da campanha nas datas de cada tipo de promoção.

Conheça mais sobre essa importante ferramenta e acompanhe muitas outras dicas em nossas redes sociais. Quer fazer uma avaliação e saber como anda sua publicidade? Então solicite o atendimento de um de nossos consultores.

Instagram | Facebook Linkedin | Youtube | Twitter