os artistas mais tocados em novembro nas rádios do brasil (2022)2

Os artistas mais tocados em Novembro nas rádios

Confira quais foram os artistas mais tocados em Novembro nas rádios brasileiras nesse post! Diz aí, qual desses hits foi o que você mais escutou durante o mês de Novembro?

As mais tocadas nas rádios em Novembro

Os artistas mais tocados em Novembro nas rádios brasileiras

Todos sabem que o Sertanejo é o ritmo mais tocado no Brasil nas rádios e em Novembro tivemos várias novidades dentro do gênero!

Mesmo tendo lançado a sua música no finalzinho de Setembro, Gustavo Mioto disparou nas rádios! O hit “Eu gosto Assim”, feito em parceria com a cantora Mari Fernandez, ficava entre as vigésimas posições durante o mês de Outubro mas pouco a pouco foi alavancando ainda mais nas rádios. O jogo virou de fato na última semana de Outubro, em que fez a primeira aparição do nosso charts semanal entrando na 8º colocação.

Desde então, Gustavo Mioto não saiu das mais tocadas, aumentando semana após semana a sua colocação.

Mas outra dupla que se destacou nesse período foi Vini e Bisioli. Eles são a dupla mais quente do Sertanejo atualmente. Tendo a sua carreira iniciada ainda esse ano, “Cativeiro” não passou batido nas rádios e da mesma forma que Gustavo Mioto, foram crescendo exponencialmente sendo um dos artistas mais tocadas de Novembro nas rádios brasileiras.

Acompanhe agora esse sucesso!

————————————————————————————————————————

O 2º Gênero mais tocado do Brasil – Pisadinha!

Os artistas mais tocados em Novembro nas rádios brasileiras

Sem dúvida você já escutou algum desses sucessos no rádio! A pisadinha se mantém como o 2º gênero mais tocado do Brasil.

Sobretudo, a Região Nordeste é a que mais consome esse gênero, seguido de Sudeste, Sul, Centro-oeste e Norte. Assim como o Sertanejo, o gênero cresce cada vez mais com o tempo e cada vez mais artistas surgem e se consagram dentro do estilo. Artista como Matheus Fernandes, Mari Fernandez e Nattan cresceram muito se tornando referências no estilo, e durante o mês de Novembro, foram os artistas mais tocados em Novembro nas rádios.

Ademais, a música mais tocada de pisadinha continua sendo Wesley Safadão! O artista se mantém como o mais tocado do gênero por mais de 2 meses seguidos. Além disso, é o hit mais tocado do gênero em três regiões do Brasil: Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

————————————————————————————————————————

Samba/Pagode – 3º gênero mais tocado do Brasil!

Após meses permanecendo entre a 4º e 5º posição, os novos lançamentos do Samba aumentaram a colocação do gênero entre os mais tocados nas rádios.

A região que mais tocou o gênero Samba/Pagode foi a Região Sudeste, a segunda foi o Nordeste. No geral, Dilsinho é que mais dispara no número de plays, e das 5 regiões do Brasil, a sua música é a mais tocada em 3 delas.

No Nordeste, quem ganha o primeiro colocado do gênero é o Vitor Limma, e no Centro-Oeste, Alexandre Pires.

————————————————————————————————————————

Você aí artista, já pensou ter as suas músicas em destaque no nosso charts?

O segredo para se manter nas melhores colocações do nosso charts é o seguinte: Investimento Inteligente.

E isso somente é possível monitorando as suas músicas que tocam no rádio através da plataforma Audiency. Dessa forma você obtém de maneira completa a ferramenta que ajuda artista de sucesso como a banda Corpo e Alma, Vitor Limma, Clara Barreto, Léo e Raphael, Nando Reis, entre tantos outros que monitoram as suas músicas com a nossa plataforma.

Assim você tem o total controle de onde a sua música está tocando, se está tocando, quantas vez tocou… e todos os dados que vão elevar a sua carreira musical para o próximo nível.

Junto dos nossos parceiros, damos mais detalhes de como a nossa plataforma pode ajudar você a traçar as melhores estratégias para a sua carreira musical no nosso Instagram.

Conheça mais da plataforma que vem ajudando milhares de artistas em todo o Brasil a se destacarem no rádio através dos dados. Chame um de nossos representantes.

————————————————————————————————————————

Para acompanhar as mais tocadas das rádios, siga nas redes sociais a Audiency.

Instagram | Facebook | Linkedin | Youtube | Twitter

E você pode conferir o seu sucesso favorito tocando nas rádios do brasil em tempo real com o Audiency Charts. Acesse e explore os nossos filtros.

sera que a voz do Brasil passa no streaming?

Será que a Voz do Brasil passa no streaming?

Será que a Voz do Brasil passa no streaming? A Audiency Brasil realizou o monitoramento da campanha eleitoral de 2022 nas rádios do Brasil e, os relatórios apresentados deixaram muitas pessoas em dúvida sobre o método de monitoramento das rádios por meio do streaming. Será que a programação exibida na antena é a mesma do streaming?

Para esclarecer um pouco mais sobre o uso desse método e sua eficácia, resolvemos montar este material. Como uma empresa que trabalha fundamentada em dados, essa é a melhor forma de comprovarmos qualquer informação. Como já diz a expressão: “Contra fatos não há argumentos”.

Alguns estudos sobre o consumo de rádio no streaming

Primeiramente, como demonstra o estudo Inside Radio, da KANTAR IBOPE, o consumo de rádio da população de 13 regiões metropolitanas estudadas, aumentou em 3 pontos percentuais totalizando 83% em comparação com o ano passado. Tendo como base esse consumo, aproximadamente 7.4 milhões dessas pessoas ouviram rádio através da web.

Ademais, 29% dos ouvintes consideram que a possibilidade de escutar a rádio de maneira online, mudou a forma como consomem o meio.

O estudo também aponta, que houve um crescimento de 85% em comparação com 2019 sobre o consumo do rádio através da internet.

Esses estudos demonstram como o rádio vem aumentando a sua popularidade enquanto os ouvintes estão aderindo cada vez mais ao consumo de rádio através do Streaming (web).

Portanto, para poupar gastos, esforços e seguir a nova tendência de consumo, a maioria das emissoras no Brasil, transmitem por streaming a mesma programação daquela veiculada pelo rádio convencional (no rádio de pilhas, no carro ou outro).

Perguntamos para as rádios do porquê a programação ser a mesma…

“É um problema pessoal, de pessoas, e outro é um problema de quebra de horário. Como o locutor trabalha em um determinado horário, aquela ‘Voz do Brasil’, que é das 7 às 8, geralmente acaba os turnos. Não fica ninguém ali. O último das 7 horas, ele abre o canal da onde vai se pegar “A Voz do Brasil”, coloca e vai embora. Depois desse momento chega o locutor que entra as 8 horas da noite”

“E falando nesse turno… é uma hora que você vai pagar extra ou uma hora que não justifica, então toca a mesma programação. Claro que algumas rádios, que tem uma infra estrutura maior, ela tem um pessoal que continua fazendo para o aplicativo, para o streaming… mas a maioria não…” – responde Johann da rádio Amizade, de Igrejinha – Rio Grande do Sul.

Perguntamos também para a rádio Studio FM 99.1 de Jaraguá do Sul. Eles respondem:

“Sobre a transmissão da Voz do Brasil, transmitimos a mesma programação no rádio quanto na web, por uma questão de padrão de programação e otimização de procedimentos. Além disso, reconhecemos a efetividade da ‘Voz do Brasil’ como um hábito, inserido, há muito, na cultura brasileira e radiofônica.”

Mesmo com todo investimento feito pelas emissoras para estar cada vez mais presente no digital, ainda há desencontros e entendimentos diferentes sobre a transmissão via antena e streaming. Podemos usar como exemplo, o fato de que, durante a programação da CNN, a jornalista Raquel Landim afirmou categoricamente que não há veiculações do programa “Voz do Brasil” pelo streaming das rádios.

Será que a Voz do Brasil passa no streaming?

Em contraponto às falas da jornalista, logo após àquele horário da CNN, a Audiency fez o monitoramento da veiculação da “Voz Do Brasil” pelo streaming.

Eis que, somente no horário das 19h00 daquele mesmo dia, quase 3.000 emissoras veicularam o programa obrigatório “A VOZ DO BRASIL” via streaming (web).

Nesse cenário, observa-se que, é absolutamente predominante o fato das emissoras de rádios transmitirem a mesma programação tanto pela web como pelo sinal da antena.

No vídeo, a Audiency exibe o mapa do Brasil, identificando pelos pontos verdes as emissoras transmitindo em tempo real o programa. Nos pontos laranjas, mostra-se as emissoras que veicularam no mesmo dia. Como podemos ver, o programa foi exibido em todo o país por meio do streaming.

Portanto, reitera-se o valor do rádio com sua significativa ampliação de cobertura quando usa também a internet para ser ouvida sem fronteiras.

Muitos anunciantes publicitários ampliaram seus investimentos no rádio, justamente pela interface da web que, possibilita, além de ser ouvida, também fazer o checking.

O rádio mudou, e mudou para melhor.

Clara Barreto Decola nas rádios do Brasil em Outubro

A cantora Clara Barreto decola nas rádios em Outubro com o hit “Tem Problema Não”

Clara Barreto decola nas rádios em Outubro com o hit “Tem Problema Não”! Sem sombra de dúvidas, a cantora Clara Barreto é um dos nomes mais promissores do Sertanejo atualmente e o seu novo hit vem disparando nas rádios do Brasil.

Ela está entre as músicas mais tocadas nas rádios, que você confere no charts logo em seguida.

As mais tocadas nas rádios em Outubro

As mais tocadas nas rádios do Brasil em Outubro de 2022

Com toda a certeza, o Sertanejo dominou o mês de Outubro não sendo a toa o título de gênero musical mais tocado no Brasil. Entre nomes já conhecidos e bem estabelecidos nas rádios, se destaca a nova promessa para o Sertanejo, a cantora Clara Barreto.

Da mesma forma que Marília Mendonça influenciou diversos nomes femininos que estão decolando nas rádios, como Ana Castela e Mari Fernandez, Clara Barreto vem na mesma onda do Sertanejo que traz a visão feminina da história.

Como podem observar no chart, a diferença de plays de Marília Mendonça para o hit da Clara é bem pequena. Provavelmente veremos no próximo mês o hit “Tem Problema Não” superar o de Marília. Clara Barreto decola nas rádios do Brasil!

Além do mais, quem se destacou com outro estilo além do Sertanejo foi Wesley Safadão, que ocupou o nono lugar com o hit “Amor ou Esquema”, o único do gênero Pisadinha que está entre as mais tocadas nas rádios em Outubro.

Sertanejo – Gênero mais tocado do país!

Em comparação com ranking geral, as posições não mudam tanto, mas quem entra para o top 10 é Luan Santana com o Hit “Erro Planejado”.

As mais tocadas do Sertanejo nas rádios do Brasil em Outubro de 2022

A canção, mesmo aparecendo só uma vez no charts semanal, foi mantendo e acumulando um bom número de plays nas outras colocações. Lembrando que no mês de Agosto, a canção se mantinha firme nas colocações mais altas.

Pisadinha – 2º gênero mais tocado do país

As mais tocadas do gênero Pisadinha nas rádios do Brasil

Se não é Sertanejo, a Pisadinha invade a programação da sua rádio, sendo o segundo ritmo mais tocado no Brasil. Entre as 100 músicas mais tocadas do país no mês de Outubro, o piseiro ocupou 14 posições nas rádios AM, FM, Web e Comunitária. Ademais, esses foram os destaques do mês:

Wesley Safadão

Wesley Safadão continua se mantendo entre as dez principais colocações, representando o gênero nas posições mais importantes nas rádios do Brasil no mês de Outubro.

Matheus Fernandes

Lançado a 8 meses atrás e acumulando mais de 139 MILHÕES de visualizações no Youtube e 338.708 plays nas rádios desde o seu lançamento até 31/10/2022, Matheus Fernandes com o hit “Balanço Da Rede” é um dos hits de sucesso do gênero Piseiro!

João Gomes

O romântico João Gomes é um dos destaques do mês de Outubro tendo como a principal região de sucesso o Sudeste! Das 46.328 plays, 17.035 vieram da região Sudeste, sendo “Dengo” o segundo hit de Pisadinha mais tocado da região.

Internacional – 3º gênero mais tocado do país

Sobretudo, as músicas e posições não alteraram tanto em comparação com o mês de Setembro, contudo, podemos perceber que o consumo do gênero aumentou! Fazendo a diferença da soma de plays dos 10 colocados do mês de Outubro e Setembro, há um aumento de 19.017 plays, ou seja, as rádios tocaram mais músicas do gênero Internacional em Outubro do que em Setembro.

Ainda sobre a quantidade de plays do gênero, a região que mais tocou foi o Sudeste, e a segunda que mais tocou foi o Sul, sendo o hit de Harry Styles o mais tocado em todas as regiões Brasil.

Já pensou você artista, ter as suas músicas em destaque no nosso charts?

O segredo para se manter nas melhores colocações do nosso charts é o seguinte: Investimento Inteligente.

E isso somente é possível monitorando as suas músicas que tocam no rádio através da plataforma Audiency. Dessa forma você obtém de maneira completa a ferramenta que ajuda artista de sucesso como a banda Corpo e Alma, Vitor Limma, Clara Barreto, Léo e Raphael, Nando Reis, entre tantos outros que monitoram as suas músicas com a nossa plataforma.

Assim você tem o total controle de onde a sua música está tocando, se está tocando, quantas vez tocou… e todos os dados que vão elevar a sua carreira musical para o próximo nível.

Junto dos nossos parceiros, damos mais detalhes de como a nossa plataforma pode ajudar você a traçar as melhores estratégias para a sua carreira musical no nosso Instagram.

Conheça mais da plataforma que vem ajudando milhares de artistas em todo o Brasil a se destacarem no rádio através dos dados. Chame um de nossos representantes.

Outros Gêneros

De mesmo modo, confira abaixo outros gêneros e alguns de seus destaques.

Axé

Cláudia Leitte é o grande destaque do mês! Na competição junto com Ivete Sangalo e Léo Santana para ver quem emplaca mais hits nos charts do Axé, Claúdia Leitte se destaca pela maior quantidade de hits no top 10! Ocupando 40% do ranking com os hits “Vixe”, “Dengo Meu”, “De Passagem” e “Agradece”, somando mais de 20.000 plays para as suas músicas.

Bailão

Quem dispara mais uma vez nessa categoria é a banda Corpo e Alma com o hit “Perigosa e Linda”! Com o mesmo hit eles foram destaques no mês de Setembro e no mês de Outubro tocaram ainda mais! Fizemos uma live com o Wagner, vocalista da banda Corpo e Alma, e batemos um papo bem produtivo sobre o sucesso e a estratégia de lançamento da música. Você confere na íntegra a live no nosso Instagram.

Brega/Arrocha

O destaque do gênero vai para dois artistas, Amado Batista, que possui o hit mais tocado dentro da categoria, e Tierry que emplaca três hits ocupando as posições 2º, 3º e 4º.

“Cabeça Branca”, o hit mais tocado do artista no mês de Outubro, já esteve entre as posições mais altas dos rankings alguns meses depois do seu lançamento. Com um refrão inconfundível, quem ai não queria o contato do véio da lancha?

Católico

Em primeiro lugar, o padre Reginaldo Manzotti, que ocupa não só a primeira posição do ranking do gênero Católico, mas o 3º e 5º lugar também. Além do padre, ocupando também três posições a cantora Adriana Arydes, acumulando um número de plays bem significativo para o gênero.

Clássicos Sertanejos

E tirando do pódio Gian e Giovani para entrar o rei, Roberto Carlos, cantando o clássico “Evidências”! Os hits vem e vão, mas os clássicos permanecem nas nossas melhores lembranças e é claro, também no rádio!

Eletrônico

Sem dúvidas, quem merece o destaque do Gênero é Alok! Das 10 mais tocadas do país dentro do gênero Eletrônico, Alok ocupa sete posições! Somando os plays entre essas músicas que estão no top 10, Alok mantém a média de mais ou menos 48 mil plays esse mês! Voa Alok!

Funk

Em comparação com o mês passado, as posições bem como o número de plays se mantiveram bem parecidos, sendo a única diferença o hit de Pedro Sampaio superando o de Dennis Dj. Mas MC Kevin o Chris domina com o hit “Tipo Gin” (Aquele com o refrão “tá, tá movimentando”🎵). Embora a canção ter sido lançada no ano passado, o MC pode somar mais 7 mil plays! O hit continua conquistando o primeiro lugar de seu gênero.

Gospel

Anderson Freire ganha o destaque do Gospel pois ocupa a primeira colocação, bem como a segunda, com as músicas “Raridade” e “Acalma Meu Coração”. Além disso, suas músicas tiveram um aumento no número de plays.

MPB

Seu Jorge permanece em primeiro lugar por 6 meses consecutivos com o hit “Felicidade”, lançado a sete anos atrás! Música boa não morre nunca! Além disso, o gênero MPB tocou mais me Outubro do que em Setembro.

POP

É muito difícil desgrudar desse hit! Quem leva o destaque mais uma vez do gênero Pop esse mês é a banda Jovem Dionísio! Contudo, no mês de Outubro tivemos vários gêneros menores que tocaram mais, e não foi o caso para o Pop nacional. O gênero tocou 11.402 plays a menos em comparação com o mês de Setembro.

Pop-Rock

Ainda se mantendo em primeiro lugar, Jota Quest com o hit “Te Ver Superar”, com participação de Dilsinho. Ademais, Jota Quest é o destaque do mês pois das 10 primeiras colocações a banda ocupa 5 delas e repete esse feito por 5 meses seguidos!

Além de Jota Quest, queremos dar destaque para a banda Rosa’s que ocupa 9º com o hit “Vamos Dançar”. Ainda sobre a música conquistar uma boa colocação, os integrantes fizeram questão de doar todos os royalties para as APAES do Rio Grande do Sul, ajudando ainda mais a instituição e sendo o único hit no meio do Pop-Rock, a fazer essa ação. Parabéns banda Rosa’s!

Rap/Hip-Hop

Sem dúvidas, o destaque vai para o artista que se manteve 9 meses seguidos na primeira colocação, Xamã com o super hit “Malvadão 3”! Em março o seu hit alcançou 35.542 play e seu número de plays só começou a decair depois de Junho. Mesmo assim, Xamã ainda domina o primeiro lugar e tendo quase o mesmo número de plays em relação ao mês passado.

Reggae

O artista que mais obteve destaque no meio do Reggae sem dúvida foi Armandinho! No mês de Setembro, a música “Sabe” se encontrava na 6º posição com 1.330, como podem ver, Armandinho saltou da 6º posição para a 2º com 4.201 plays! Por conta desse desempenho, Armandinho é um dos nossos destaques do mês de Outubro!

Regional Sul

Não deu outra! A canção do mestre Baitaca é novamente a mais tocada dentro gênero Regional Sul.

Romântico

Quem domina o ranking do gênero Romântico é o rei Roberto Carlos. O hit “Esse Cara Sou Eu” vez ou outra sai do primeiro lugar, mas em Outubro foi a canção romântica mais tocada com 5.356 plays. Do mesmo modo, quem não sai do charts sem emplacar mais de um hit é o Roupa Nova, que ocupa quase todo o charts das mais tocadas do gênero Romântico.

Samba/Pagode

Na luta acirrada pela 1º posição do charts de Samba/Pagode, quem leva é Dilsinho com o hit “Duas”. Mesmo com pouco tempo de lançamento, o hit já desbancou a canção de Thiaguinho, que se manteve nas primeira colocações por meses. Voa Dilsinho!

Para acompanhar as mais tocadas das rádios, siga nas redes sociais a Audiency.

Instagram | Facebook | Linkedin | Youtube | Twitter

E você pode conferir o seu sucesso favorito tocando nas rádios do brasil em tempo real com o Audiency Charts. Acesse e explore os nossos filtros.

A Audiency soluciona vários problemas, e um deles é a distribuição de spots para emissoras de rádio

Descubra como resolver o problema da distribuição de spots para emissoras de rádio

Enquanto jingles oferecem seus produtos cantando, os spots são mais diretos e fazem seus anúncios falados. E se desenvolver um produto não é fácil, criar um spot atraente para vender este produto ta pouco. Demanda tempo, investimento e alguns tantos profissionais afiados e afinados para gerar algo que tenha a dose certa de criatividade e o conceito. Com tudo pronto, com o spot redondinho na mão, como distribuir? Como garantir que seu spot vai ser veiculado devidamente? A Audiency conta para você!

Logística de distribuição de campanhas no rádio

Que criar uma campanha atraente para o rádio não é tarefa fácil todo mundo já sabe, mas a criatividade é apenas uma das etapas que envolvem uma campanha publicitária radiofônica.

Normalmente o maior problema para quem anuncia no meio é a logística de distribuição dos spots e o acompanhamento da real execução conforme o contratado no PI – Pedido de Inserção.

Esse problema fica ainda mais evidente quando falamos de anunciantes como supermercados e varejistas com publicidade que muda frequentemente. Quer um exemplo: Na segunda a oferta é de área da padaria, na terça do hortifrúti, na quarta do açougue, e assim para cada dia da semana uma oferta.

Agora imagine só você com toda uma campanha no ar, em mais de 10 emissoras, com horário indeterminado de veiculação. Como você faz para mudar diariamente esses spots e saber se tudo foi recebido corretamente pela OPEC, baixado e executado? Quanto tempo você perde nesta verificação?

Monitoramento de publicidade pode evitar prejuízos

E se distribuir demanda tempo, monitorar é praticamente impossível para varejistas de atuação estadual e nacional. Para o anunciante local não é impossível, mas vamos combinar que vai tirar o foco do negócio principal se a demanda envolver mais de uma emissora.

Neste ponto vamos trazer outro exemplo que aconteceu recentemente com um dos clientes varejistas atendidos pela Audiency. Uma grande loja de departamentos anunciou uma lavadora de roupas por um preço R$1000,00 a menos para apenas um dia. O problema é que uma emissora esqueceu de retirar a campanha do ar e um cliente poderia ouvir e ir até a loja em busca do seu desconto. Pelo código de defesa do consumidor, ele tem direito ao desconto.

Com o monitoramento ativo, a situações como essa podem ser evitadas, pois no exato momento em que qualquer publicidade relacionada a marca é identificada, já é imediatamente apresentada em um completo dashboard para o anunciante.

Outro fato é que as emissoras homologadas, também tem acesso a este recurso, podendo agir imediatamente em caso de constatar falhas ou irregularidades na execução publicitária radiofônica.

Audiency, distribuição de spots sem falhas

Agora que você já conhece os benefícios de ter um completo sistema de gestão da publicidade no rádio, que tal conhecer um pouco mais sobre a Audiency.

Com sede em Santa Catarina, a Audiency é uma startup especializada em lidar com dados das emissoras de rádio. Ao reunir e acompanhar inúmeras emissoras por todo o país, a Audiency oferece serviços sob medida para suas necessidades.

Para o caso dos spots, por exemplo, a Audiency tem um dashboard de monitoramento que permite a você, cliente anunciante, acompanhar em tempo real como e quando eles estão sendo veiculados e gerar relatórios facilmente que podem servir de apoio para tomadas de decisão. Além disso, você conta também com um completo sistema de distribuição da publicidade. 

Pronto para revolucionar a distribuição dos seus spots e ainda evitar problemas? Contate a Audiency pelo email contato@audiency.io ou fale agora com um de nossos consultores, (48) 99117-5887. Submeta um spot da sua campanha sem compromisso e tenha uma visão global de como está a real veiculação.

21 de setembro dia do radialista. Parabéns da Audiency

Dia do radialista: 21 de setembro ou 7 de novembro?

Entre o momento em que chegam ao local de trabalho até o momento em que o som chega aos incontáveis ouvintes, os radialistas têm uma rotina cheia entre microfones e mesa de som, preparação, organização, edição e, acima de tudo, um eterno “quem sabe faz ao vivo”, como diria uma famosa cria do rádio. Empenhados na construção dos dias, parece mais que merecido que os radialistas tenham um dia para chamar de seu. Ou dois? 

21 DE SETEMBRO OU 7 DE NOVEMBRO? A HISTÓRIA DO DIA DO RADIALISTA

A história do radialista (simultaneamente à história do rádio [link do texto sobre o Dia Nacional do Rádio]) no Brasil data das comemorações do centenário da independência, mais especificamente de abril do ano seguinte, 1923, quando a primeira rádio [link do texto sobre a rádio MEC] começou de fato a operar.

Por 20 anos, apesar de sua expansão e da importância assumida durante o primeiro governo Vargas, as funções envolvidas no fazer o rádio não tiveram muita atenção do poder público. Sua regulamentação só foi acontecer em 21 de setembro de 1943, quando Getúlio Vargas assinou o decreto-lei nº7.984, que fixou o piso salarial de todos aqueles que trabalham com rádio, em funções em comissão ou permanentes, do diretor ao auxiliar de estúdio. A partir daí, em 21 de setembro, passou-se a comemorar o Dia do Radialista.

Após essa data, porém, faleceu Ary Barroso, famoso radialista e compositor de sambas como “Aquarela do Brasil” e “Rio de Janeiro”, que concorreu ao Oscar de Melhor Canção Original em 1945. Em sua homenagem, em 2006, por meio da lei 11.327, o presidente na ocasião, Lula, transferiu a comemoração para o aniversário de Ary Barroso, 7 de novembro, instituindo assim o Dia do Radialista oficialmente.

Confira a Obra de Ary Barroso

Brasileiro é louco por rádio

O brasileiro é louco por rádio, ele faz a diferença na vida de muita gente, inclusive em algumas regiões do Brasil, o rádio ainda continua sendo a única fonte de informação da população, conforme mostra pesquisa realizada pela Kantar IBOPE Media, onde mais de 80% dos brasileiros (3 a cada 5 ouvintes). Em 2022 já são 83% da população, um aumento de 3 pontos percentuais em relação a 2021, que escutam rádio todos os dias, sendo que o consumo é de 3h58 horas por dia.

AUDIENCY, A PLATAFORMA DE DADOS DE RÁDIOS DO BRASIL

Independentemente da data de comemoração preferida e mais do que qualquer frase feita, o profissional de rádio torna seus todos os dias, infiltrando-se por todas as frestas, tomando todo e qualquer canto alcançável pelas ondas sonoras que escapam de qualquer aparelho minimamente sintonizado. E a Audiency, por sua vez, feito um radialista, permite que essa potência seja um pouco sua também!

A Audiency facilita a vida de anunciantes, artistas musicais e emissoras colocando à sua disposição os serviços que a maior plataforma de dados de emissoras de rádio do Brasil pode oferecer.
Para os anunciantes, uma completa solução para distribuição e monitoramento da publicidade. Já para os artistas, um completo dashboard com as mais tocadas, plays por emissora, cidade, região e até mesmo um completo sistema de distribuição. Para as emissoras, uma tecnologia que permite tanto monitorar a publicidade, quanto captar novos anunciantes.

Tenha a melhor performance de músicas e anúncios à mão, contate a Audiency e escolha o perfil em que melhor se encaixa!

No Ceará foi feita uma pesquisa que mostra 25 tipos de ouvintes de rádio

Pesquisa indica 25 tipos de ouvintes de rádio

Alunos da Universidade Federal do Ceará, identificaram 25 tipos de ouvintes de rádio. Descubra qual você é, e se for anunciante ou gestor de emissora de rádio, entenda qual estratégia você pode usar para anunciar e se comunicar com cada um deles!

Lá se vão 100 anos do meio rádio como veículo de comunicação.  Um marco e tanto, especialmente quando consideramos a enormidade de pessoas alcançadas diariamente não só pelas ondas do rádio, já que o meio tornou-se multiplataforma, podendo ser ouvido também em celulares, tablets, notebooks, entre outros players. 

Essa diversidade de dispositivos e formatos, já que o programa de rádio também pode ser acompanhado como um podcast nas plataformas de streaming como o Spotify, ou no Youtube e lives nas redes sociais com imagem dos comunicadores, trouxe também a necessidade de conhecer um pouco mais sobre as características do ouvinte. Já parou para pensar na diversidade dos ouvintes, já que o rádio atinge todas as classes sociais, em diferentes regiões?

Rádio e seus múltiplos formatos

E, justamente por ser uma ferramenta de enorme abrangência, é ideal para as mais variadas campanhas publicitárias, educativas ou informativas. O meio rádio torna-se, cada vez mais, indispensável para marcas e anunciantes.

Mas para que essas campanhas sejam completamente eficientes, as emissoras de rádio precisam primeiramente conhecer a fundo seu público ouvinte, de tal forma que direcione sua programação e anúncios adequadamente.

Hoje, em vista da multiplicidade de formas de comunicação, o ouvinte de rádio deixou de ser simplesmente “ouvinte” e passou a ter um papel dinâmico em toda a programação.

Ele interage com a rádio, expressando suas opiniões sobre os mais variados temas, da política à ciência,  comenta sobre esportes, sugere pautas e temas para a grade de programação, discute seus problemas pessoais, entre tantas outras atividades.

25 tipos de ouvinte de rádio

E pensando na importância do conhecimento completo desse público, Bruno Anderson Ferreira Balacó e Edgard Patrício, da Universidade Federal do Ceará, efetuaram uma pesquisa, na qual identificaram os diversos tipos que compõem o universo dos ouvintes radiofônicos no Brasil.

Como resultado, a pesquisa identificou 25 tipos de ouvintes para as rádios brasileiras.  São eles:

  • Ouvinte aficionado:

É acima de tudo um curioso, que busca descobrir de tudo e torna-se , por conseguinte,  um entusiasta.

  • Ouvinte construtor

Ele participa, sugere, dá ideias de mudanças na programação da rádio.

  • Ouvinte consumidor

É aquele que participa avidamente do consumo dos bens e serviços legalmente divulgados na programação sob a forma de a forma de anúncios.

  • Ouvinte fã:

Originários da época dos programas de auditórios, têm amplo acesso aos profissionais e artistas que participam da programação da rádio.

  • Ouvinte em cena:

Também oriundo dos programas de auditório, entra em cena e faz parte do show, interagindo durante as apresentações.

  • Ouvinte internauta

Explora todas as possibilidades de interação via web, por meio de site, e-mail, redes sociais, etc, participando da programação da emissora ao mesmo tempo que consome a informação fornecida pela rádio.

  • Ouvinte participativo:

Entra diretamente na programação, dando sugestões de pauta, informações relevantes, como por exemplo, sobre o trânsito e os problemas da cidade.

  • Ouvinte convergente:

Participa da programação radiofônica por diferentes plataformas, como sites de redes sociais, blogs, SMS, e-mail, mensagens de áudio, etc.

  • Ouvinte pauteiro:

Participa nos bastidores, sugerindo pautas sobre temas que o afetam diretamente.

  • Ouvinte entrevistado:

Participa da programação em enquetes, ou dando seu testemunho a cerca de fatos que tenha vivenciado.

  • Ouvinte repórter:

Colabora com a produção do conteúdo do radiojornalismo, conhece a programação, sugere pautas, faz críticas às reportagens e entrevistas, emite opinião, informa sobre o trânsito, tudo isso usando diversas ferramentas tecnológicas de interação.

  • Ouvinte comentarista:

É aquele convidado a participar da grade de programação, nos quadros onde a opinião do público é a atração. Em geral, sua participação se dá por meio de mensagem de voz gravada nos aplicativos ou por meio de mensagens de texto enviadas por celular, comentários nos perfis de redes sociais online, etc.

  • Ouvinte audiência:

É aquele que contata a emissora, principalmente por telefone, oferecendo criticas, recados e algumas vezes sugestões. Entretanto, esse ouvinte tem pouca participação nas decisões tomadas pela emissora.

  • Ouvinte ativo:

Facilitado pela efetivação das redes sociais na emissora, tem um papel mais ativo, enviando textos, imagens, vídeos e sons.

  • Ouvinte produtor:

É aquele que envia informações, fotos e vídeos sobre diversos fatos, principalmente sobre os relacionados ao trânsito.

  • Ouvinte torcedor:

Durante os programas esportivos e transmissões de jogos, especialmente de futebol, ouve, participa e é um interlocutor com papel social na programação. Ele atua em várias frentes, seja no estádio, por telefone ou pela internet.

  • Ouvinte fiel:

Seguidor da emissora, que acompanha parte ou toda a programação. Ele conhece os nomes dos comunicadores, os horários dos programas, participa com sugestões. Em geral, é aquele que não ouve qualquer outra emissora e faz propaganda da rádio, induzindo outras pessoas a também fazerem parte do público cativo.

  • Ouvinte web:

É exigente e, além de saber sobre os acontecimentos, quer também saber como, por que, quais os fatos geradores e como isso vai alterar a sua vida no dia a dia e sua atuação como cidadão.

  • Ouvinte cidadão:

Discute questões de maneira mais ampla, é politizado, está por dentro dos assuntos, não aceita qualquer opinião e nem ideias prontas apresentados pela mídia, além de propor novos temas e novas discussões.

  • Ouvinte militante:

É aquele que interfere constantemente nas emissoras, falando diariamente em vários programas, como se fosse um cronista do cotidiano, repórter informal, comentarista sem contrato de trabalho, analista não institucionalizado na hierarquia das emissoras.

  • Ouvinte enunciador:

É como um receptor de rádio que busca estabelecer uma relação com a emissora, por meio de ferramentas interativas para enviar informações, opiniões, perguntas, correções ou críticas, e que tem sua voz, ainda que de forma indireta, inserida na narrativa.

  • Ouvinte espectador:

É idealizado a partir do conceito de que a audiência é diretamente atingida pela transmissão ao vivo do Facebook e, diferente do ouvinte tradicional de rádio, recebe as informações também através de imagens.

  • Ouvinte comunicador:

Combina o uso de telefones celulares e das redes sociais para a promoção do protagonismo local, ao transmitir textos, áudios e vídeos sem depender de experiências coletivas de gestão e programação de uma emissora. Ele também é um usuário, que comenta, curte e compartilha utilizando as funcionalidades dos sites de redes sociais.

  • Ouvinte fonte:

É proativo, busca participar e intervir quase sempre que simultaneamente na narrativa que consome. Atua por iniciativa própria ou em resposta a convites à interação destinados a uma audiência massiva e anônima.

  • Ouvinte expandido:

Aquele que, a cada interação, sente-se parte do sistema de construção dos conteúdos transmitidos pelo rádio ou por um podcast: opina, informa, faz perguntas, estabelece pautas, transforma-se em fonte da informação, põe no ar sua voz − ainda que controlada pelo emissor em seu antigo papel − e transforma sua atitude social a partir da interação com redes de ouvintes, constituindo uma comunidade despida de territorialidade pela característica digital da comunicação.

Agora que você já conhece mais um pouco sobre o perfil dos ouvintes de rádio, fica bem mais fácil para descobrir como se comunicar com cada um deles. Em uma época que falamos em comunicação para cada tipo de persona, conhecer os diferentes tipos de ouvintes é fundamental.

Outro item fundamental para emissoras de rádio de todo Brasil é estar homologada junto à Audiency.

Oportunidade para emissora de rádio


A Audiency é a sintonia perfeita entre veículos de comunicação, anunciantes e artistas!! Venha fazer parte da maior plataforma de dados de emissoras de rádio do Brasil e tenha disponível um dashboard com as informações mais importantes.

A missão da Audiency é transformar dados em resultados. Você só tem que se cadastrar e usufruir das inúmeras oportunidades. Solicite o contato hoje mesmo de um consultor e saiba como homologar sua emissora.

Siga as redes sociais da Audiency

Facebook | Linkedin | Youtube | Twitter

Rádio multiplataforma o que é, por audiency

Rádio multiplataforma: vencendo o limite das ondas

Com todos os avanços observados nos meios de comunicação nas últimas décadas, uma verdade continua forme e sólida: o rádio é o meio de comunicação mais ouvido pela população brasileira.

Essa é a conclusão de uma pesquisa realizada em 2019 pela Kantar IBOPE Media, a qual computou que  83% dos brasileiros (ou seja, 3 em cada 5 ouvintes) escutam rádio todos os dias, sendo que o consumo médio gira em torno de 4h33 horas por dia.

Um dos fatos interessantes ocorridos nessa evolução foi o grande avanço de tecnologias na área digital, que permitiu levar também para esse espaço o serviço de radiodifusão.

Dessa forma, incluir sua emissora também nas plataformas digitais passou a ser mais que uma estratégia de marketing, um fator de sobrevivência. Esse mesmo estudo da Kantar também levantou que, dos ouvintes que usam outros dispositivos além do rádio tradicional,  66% ouvem rádio pelo celular, seguido pelo computador, com 37% .

Então, a forma de garantir sua fatia nesse bolo tão concorrido é transformar sua emissora em uma rádio multiplataforma e assim, conseguir entregar o seu conteúdo em diversos formatos e plataformas.

É assim que a seus ouvintes conseguirão acessar a informação da maneira mais adequada para eles, no momento em que quiserem e no formato que preferirem. Assim, é muito importante disponibilizar sua programação em diversos formatos e em diferentes telas e canais.  O uso dessas novas tecnologias e ferramentas oferecerão uma experiência muito mais rica e interessante para seu público.

Tempos modernos exigem ações vanguardistas

Para que sua emissora ocupe maior espaço nesse amplo terreno digital, é importante observar certas ações essenciais:

  • Site moderno e atualizado – isso permitirá que você permita que seu ouvinte acompanhe sua programação online
  • Esteja sempre visível no universo online – use e abuse das redes sociais, onde você pode fazer lives e transmissões ao vivo. Mas lembre-se: é importante manter essas redes sempre atualizadas e dar feedback aos comentários dos ouvintes
  • Permita ao seu ouvinte interagir com a programação da rádio pelo celular: estar próximo do seu ouvinte, ainda que pelo caminho virtual, é fundamental. Disponibilize um canal de WhatsApp onde ele poderá fazer solicitações de músicas, enviar mensagens a amigos e familiares, dar dicas e sugestões, etc.
  • Podcast é o caminho – se sua programação contempla entrevistas, humor, programas de inspiração ou qualquer outro tema recorrente, use o serviço de “áudio por demanda” ou podcast. Você não vai errar.

Lembre-se: as novas tecnologias são cada vez mais úteis e permitirão que sua programação chegue onde as ondas convencionais não alcançam. Então, modernize-se e amplie seu público fiel.

Serviço:

Audiency

Site

Fone: 48 98857-5559

           48 99117-5887

Facebook

E-mail: contato @audiency.io

logística publicitária - como enviar seus spots para emissoras de rádio

Como você envia seus spots para as emissoras de rádio?

Gestão de campanhas ficou bastante facilitada com as novas tecnologias

Quando um cliente opta por uma campanha de publicidade no rádio, obviamente ele espera um grande sucesso dessa ação.  Entretanto, esse resultado depende de diversos fatores, que começam justamente com a forma de envio dessa campanha.

Em um recente mapeamento feito pela Audiency, foram identificadas seis etapas para uma campanha publicitária de sucesso da concepção ao monitoramento. E, assim como em outros setores, com a evolução das técnicas de comunicação, esse processo de envio e conferência de recebimento, ou seja, de gestão da campanha ficou bastante facilitado, de forma a evitar erros e atrasos na veiculação.

Antes, os spots eram enviados por e-mail, e na sequência, eram feitas ligações telefônicas para acompanhar o devido recebimento desse material. Diversas intercorrências poderiam acontecer, como o spot terminar em uma caixa de spam, ou o arquivo ser grande demais e não chegar ao destino.

Reduzindo falhas e aumentando resultados

Outra situação envolvia falhas dentro da emissora em que, a pessoa que recebeu o material não enviou para a OPEC. Falhas neste processo, são comuns e podem representar mais de 20% de perdas em publicidade contratada, ou seja, erros que levavam à não exibição da peça publicitária na grade de programação no horário contratado ou, pior que isso, a veiculação de um spot errado.

Para sanar esses problemas e oferecer um sistema de gestão eficiente, surgiu a plataforma Audiency, que auxilia tanto as emissoras de rádio (na gestão de recebimento dos materiais), quanto aos próprios anunciantes e agências de publicidade no envio e visualização dos downloads e também das execuções.

Otimizando o envio de seus spots publicitários

Dessa forma, a plataforma oferece um dashboard completo, acessado por login e senha, no qual é inserido o PI – Pedido de Inserção, selecionado as emissoras e a peça publicitária. O próprio sistema distribui os spots para as emissoras cadastradas e, para o cliente, um painel com informações de quem acessou, visualizou e baixou os arquivos na emissora, além dos horários em que foram veiculados.

Da mesma maneira, as emissoras cadastradas na Audiency também possuem login e senha de acesso, através do qual elas conseguem fazer o download dos spots, verificar o status da campanha e até emitir um relatório para os clientes.

Assim, o anunciante pode checar com precisão se foi feito o download, quando isso aconteceu e qual usuário o fez. Maior produtividade, menos ligações, mais resultados para todos.

Outra modalidade de acompanhamento também oferecida nesse dashboard é um painel indicativo que contém um mapa, o qual exibe em tempo real o momento da veiculação da campanha.

Dessa forma, se o cliente perceber qualquer irregularidade na exibição do spot, ele pode contatar diretamente a emissora, a agência ou mesmo contratar o serviço da Audiency que faz a gestão completa para anunciantes.

Agora, todo o controle da campanha de rádio e seus resultados estão na palma da mão, por meio de relatórios gerenciais bem elaborados e claros, disponibilizados na hora que você precisa.

Quer saber melhor como funciona a Audiency? Entre em contato e solicite uma avaliação da veiculação de suas campanhas.

Fone: 48 98857-5559

E-mail: contato@audiency.io

Gusttavo Lima segue no topo das Top100 músicas mais tocadas em julho nas rádios do Brasil

Dos primeiros sete meses de 2022, somente em janeiro o embaixador não dominou o lugar mais alto do pódio. Na onda do verão a batida “Coração Cachorro” de Avine Vinny + Matheus Fernandes liderava com 127.701 play. Hoje a música está na 27ª posição com 47.019 plays, sendo a 3ª mais tocada no gênero forró/pisadinha.

ranking musical - as mais tocadas de julho de 2022 nas rádios do brasil

De fevereiro em diante só deu Gusttavo Lima no TOP1 das músicas mais tocadas nas rádios do Brasil. De fevereiro à maio, “Bloqueado” foi a música mais tocada chegando a ultrapassar os 200mil plays nas rádios do Brasil. Nos últimos dois meses, “Termina Comigo Antes” assumiu a liderança e, neste mês chega a 127.342 execuções nas emissoras do país.

Na segunda posição, “Erro Planejado” de Luan Santana feat Henrique e Juliano alcançou 92.774 plays. A disputa play a play ficou para o terceiro lugar com “Assume a gente”, fruto da parceria da dupla João Bosco e Gabriel com a dupla Diego e Victor Hugo. Com apenas 26 plays de diferença a música deixou “Bloqueado” de Gusttavo Lima na 4ª posição.

As coleguinhas representaram as mulheres no TOP10 com o hit que continua fazendo sucesso nas rádios “Vontade de Morder” de Simone e Simaria com Zé Felipe. A música ficou na 5ª colocação com 72.049 plays.

Quebrando a hegemonia do sertanejo entre as 10 mais tocadas nas emissoras do Brasil, o pop de Jovem Dionísio, “Acorda Pedrinho”. No Top100 Brasil o Sertanejo segue na liderança com 66 posições. Já o gênero Pop conta com apenas 5 posições entre as 100 mais.

Cláudia Leitte com 5 posições entre as 10 mais tocadas do gênero axé

“Dengo Meu” feat Juliette + Lucy Alves, “De Passagem”, “Agradece” feat Natiruts, “Eu Dou Tchau” e “Rodou” feat Wesley Safadão.

Banda Corpo e Alma na liderança do Gênero bailão nas mais tocadas em julho

A banda Corpo e Alma garantiu a 1ª e a 7ª colocação com “Perigosa e linda” e “Casa Comigo”. Somando as duas posições, foram 17.437 plays nas rádios do Brasil. Outras composições de destaque no gênero “Guardanapo”, da Banda Rainha Musical; “Rio Azul” da Banda Os Atuais. Quem fecha as 10 mais tocadas é “Kit Solidão” da Banda San Marino.

“Cabeça Branca” segue liderando no gênero Brega/Arrocha

30.863 plays de “Cabeça Branca” e uma liderança que se mantém desde janeiro. Entre os sobe e desce, a música que já chegou a ultrapassar os 80 mil plays, mesmo perdendo força, segue no lugar mais alto do ranking musical em julho.

Conheça as 10 mais tocadas do gênero católico nas rádios do Brasil

Do Pe. Reginaldo Manzorri “Chagas que Curam” – 1º lugar, “Ser Livre” – 4º lugar, “A tempestade vai passar” feat Fafá de Belém – 6º lugar;

Já Adriana Arydes ficou com a 8ª e 9ª posição “A Chave do Coração” e “Lindo Céu”.

As outras composições “Glorioso São José” 2º lugar, “Eu Seguirei” – 3º lugar, “Amigos pela fé” – 5º lugar, “Filho de Davi” – 7º lugar e “Verdades do tempo” – 10º lugar.

Lançada em 1998, “O Grande amor da minha vida” continua sendo sucesso nas emissoras do Brasil

Dos clássicos sertanejos a música de Gian e Giovani liderou o ranking das mais tocadas em julho nas rádios do Brasil. A composição teve 7552plays. “Nova York” de Chrystian e Ralf ficou na segunda posição, seguida de “Paixão Proibida” de Teodoro e Sampaio.

Alok domina 70% do TOP10 das mais tocadas em julho no gênero eletrônico

Somadas, as músicas de Alok somaram 57.735 execuções nas rádios do Brasil. Seja sozinho ou em parceria com artistas, Alok mostra que continua sendo um dos melhores do mundo quando o assunto é música eletrônica.

Além dele, nomes como Tiesto e David Guetta também fazem parte do TOP10.

Matheus Fernandes + Xand Avião estão off pra disputa quando o assunto é a mais tocada do Forró Pisadinha

“Tô off pra disputa, quero ser prioridade

Quero amor inteiro, não aceito só metade

ou te excluir se não se decidir”

Essa é a primeira estrofe da música que está fazendo sucesso no gênero Forró Pisadinha. “Balanço da rede” contabilizou 63.683 plays nas rádios do Brasil, garantindo o 1º lugar no gênero e o 13º no ranking nacional. “Dengo” de João Gomes ficou em 2º lugar com 57.375 plays. Na 3ª posição “Coração Cachorro” de Avine Vinny + Matheus Fernandes.

Quem abre e fecha o TOP10 do gênero Funk é Pedro Sampaio

 “Galopa” abre o ranking com 9.645 play. Já “Bagunça” fecha o Top10 com 1587plays. Pedro Sampaio aparece também na 4ª posição com “No Chão Novinha” parceria com Anitta.

Quem também aparece no ranking do Funk é o embaixador. “Lágrima por Lágrima” de Dennis DJ feat Gusttavo Lima garantiu a 3ª posição com 7717 execuções.

“Raridade” seria não ver Anderson Freire entre as mais tocadas de julho

Com 8.536 plays “Raridade” é a música mais tocadas do gênero Gospel em julho. “Acalma meu coração”, também de Anderson Freire ficou na 2ª colocação com 4.404 plays.

Quem também fez dobradinha no ranking de julho foi Aline Barros, com “Casa do pai”, na 5ª posição e “Rendido Estou” em 9º lugar.

Harry Styles aumenta a distância para o 2º colocado no ranking musical de julho

“As It Was” segue no lugar mais alto e crescendo mês a mês. Depois de fechar junho com 38.153 play, em julho o hit contabilizou 42.879 execuções nas emissoras de norte a sul do país. A música de Harry Styles não é a única do artista no TOP100 no gênero internacional. “Late Night Talking” está na 36ª posição e “Golden” está no 40º lugar.

Alok também é presença no ranking de julho das mais tocadas. “Deep Down” feat. Never Dull – Alok, Ella Eyre, Kenny Dope ficou na 3ª posição com 28.590 execuções.

“Felicidade” é ter a música mais tocada em julho nas rádios do Brasil

No gênero MPB, a música “Felicidade” de Seu Jorge é a mais tocada nas rádios do Brasil. Na segunda colocação com 2.282 plays, Djavan “Num Mundo de Paz”. Flávio Venturini ficou com o 3º lugar com a música “Espanhola”.

No ranking do gênero ainda estão nomes como Marisa Monte, Caetano Veloso, Natiruts, Roberta Campos, Nando Reis e Sebastião Reis.

“Acorda Pedrinho” que no charts de julho você é o TOP1 no gênero POP

Jovem Dionísio emplacou o hit que possui mais que o dobro de plays do segundo colocado. Enquanto “Acorda Pedrinho” possui 66.209 plays, “Envolver” de Anitta tem 29.465plays. Raffa Torres está na 3ª posição com “Primeiro Impulso”, contabilizando 25.633 execuções. Juliette também aparece no rankig pop na 7ª posição com “Xodó” contabilizando 8.409plays nas rádios.

“Te ver superar” a nº1 entre as mais tocadas em julho no Pop-rock

Jota Quest + Dilsinho = a música mais tocada no Pop-rock em julho. A canção “Te ver superar” contabilizou 24.173 plays. “Fé” de Iza ficou no 2º lugar e “Amor em vão” de Capital inicial feat Samuel Rosa com o 3º lugar.

Jota Quest também emplacou “Imprevisível” na 5ª colocação; “Só hoje” na 7ª colocação; “Fácil” na 8ª posição e “O Sol” na 10ª posição.

Xamã  no TOP10 do Rap/Hip-Hop

A parceria Xamã + DJ Gustah na música “Malvadão3” alcança 17.205 plays ns rádios do Brasil nos 31 dias de julho. Hungria, Projota, PK, Marcelo Falcão, Matuê, Lagum e Teto também são alguns nomes no gênero que está crescendo nas rádios do Brasil.

Conheça as 10 músicas mais tocadas em julho do gênero Reggae

Maneva domina o ranking musical do gênero Reggae com 5 músicas entre as 10 mais tocadas nas rádios. “Na porta do teu prédio” – 1º lugar com 7.736, “Deixe-me ir – Tem café” – 3º lugar, “Banco de areia” feat Mc Hariel na 6ª colocação; “Lágrimas de alegria” na 7ª posição e “Mundo Novo” na 9ª posição. Onze:20 e Romanzera também são alguns dos nomes que fazem parte do TOP10.

Sabe quem é o cara Top1 romântico “Esse Cara sou Eu”

Sim, ele mesmo, o Rei Roberto Carlos emplacou mais uma vez a mais tocada no gênero romântico nas rádios do Brasil. “Esse cara sou eu” obteve 5.451 plays. Na segunda posição vem “Wisky a Go Go” de Roupa Nova, seguida de “Paixão de Genivaldo” de Amado Batista.

As mais tocadas em julho no gênero Samba e Pagode  

Thiaguinho emplacou  1º e o 4º lugar “Falta Você” e “Sábado e Domingo”. Grupo Pixote garantiu a 2ª e 9ª posição “Amor e Fé” com participação de Hungria e “Postadores de mentira”. Ferrugem também teve dose dupla, o 3º e o 7º lugar “Nossa Vida Parou” e “Cachorrinho” com parceria de Tierry. Ainda na dobradinha Dilsinho ficou na 5ª e 6º posição com “Pódio” música em parceria com Jorge e Mateus e “Mensagem Apagada” em parceria com Sorriso Maroto. O Top10 conta ainda com “Nosso Amor Quer Paz” de Péricle + Marvvilla e “O Mundo dá voltas” do Grupo Menos é Mais.

Siga a Audiency Music nas redes sociais

Instagram | Youtube