Posts

Monitoramento publicitário: Case de sucesso rede de supermercado e atacado

Monitoramento publicitário: Case de sucesso rede de supermercado

O setor varejista que envolve supermercados é um dos setores que mais investe no rádio. Confira este case de sucesso de como de uma rede que ampliou seu retorno e visibilidade fazendo monitoramento publicitário das companhas no meio rádio tanto dos supermercados quanto da rede de atacados.

Sabe-se que a publicidade no meio rádio é uma das mais poderosas ferramentas de divulgação de um produto/marca, e também das mais eficientes. É uma das publicidades que envolve o consumidor. Quando bem produzido, o anúncio no rádio prende a atenção, gera curiosidade, cria uma imagem mental e, acima de tudo, fortalece a marca na cabeça dos ouvintes.

Por isso mesmo, acompanhar o andamento e resultado dessas mídias tem fundamental importância, tanto para avaliar o meio escolhido, quanto para acompanhar a execução dos termos contratuais e seu impacto nos resultados da publicidade.

Monitoramento publicitário: sucesso para redes de supermercado

Exatamente para isso que uma Rede de supermercados de Santa Catarina, passou a utilizar a plataforma de monitoramento publicitário da Audiency, que de maneira intuitiva, rápida e totalmente online, permite ao anunciante avaliar o resultado de seu investimento, e fazer as devidas correções durante a vigência da campanha. Além de uma rede de supermercados, o cliente conta também com a rede atacadista, cuja publicidade também é acompanhada pela plataforma.

Lembramos aqui que o setor varejista, composto por supermercados e hipermercados, farmácias, concessionárias de veículos, lojas de móveis, decoração, construção, vestuário, entre outras de venda para o consumidor final, estão entre os maiores anunciantes do meio rádio. Junto com o setor financeiro/securitário concentram quase que 65% da verba publicitária do meio rádio. Os dados são da Kantar Ibope. O case de uma cooperativa de crédito, no setor financeiro, também é um dos destaques da Audiency.

A análise dos dados tem fundamental importância, e nesse segmento é ainda mais acentuada, uma vez que muitas das campanhas veiculadas envolvem a sazonalidade ou a disponibilidade dos produtos, podendo acarretar sérios prejuízos se veiculada fora da faixa horária ou data contratada. Também lembramos que o setor

Ao contratar a campanha, por exemplo, durante um determinado programa da grade, se essa campanha for veiculada fora desse horário específico, pode perder sua eficácia junto ao público almejado. O prejuízo além de financeiro, é de efetividade da ação de marketing, já que o número de veiculações não foi o real contratado para uma faixa horária determinada. Aliás, quando você determina o horário, paga-se valor maior.

Outro exemplo é quando a promoção tem um dia específico para ser exibida e isso não acontece, podendo criar embaraços para o anunciante.  As redes de supermercados possuem os famosos “Dia D”. Dia da carne, da padaria, do hortifrúti, entre outros. Como ficaria a publicidade do dia da carne sendo veiculada no dia do hortifrúti? Dessa forma, o cliente conseguiu avaliar parâmetros importantíssimos de sua campanha de rádio e medir a eficácia de cada campanha.

Analisando os dados levantados pela plataforma, o grupo percebeu que, da campanha contratada para o mês de setembro, 71,8% das exibições foram feitas dentro da faixa de horário contratada; 2,1 % estavam fora da faixa e 1,3% fora da data.  Observaram ainda que havia um déficit de exibição da ordem de 24,9%.

Monitoramento publicitário: Case de sucesso rede de supermercado

De posse dessa análise, foi possível fazer os devidos ajustes na campanha e já no mês de dezembro os resultados foram bastante marcantes. As exibições dentro da faixa contratada passaram para 89,4%, e as fora da data caíram para 1,1%. Também puderam identificar uma exibição extra da ordem de 3,9%. Na verdade, esta publicidade extra é a compensação de mais anúncios dentro da faixa contratada ou, a inclusão de novos anúncios na data programada com o mesmo objetivo da ação.

Dessa forma, fica evidente que a análise desses dados, devidamente tratados pela plataforma, possibilitou ao anunciante fazer correções adequadas no decorrer da campanha, e assim, melhorar o seu alcance e os resultados obtidos.

Com a contratação da plataforma, o Grupo de supermercados não só deixou de perder visibilidade, como passou a obter melhor resultado em cada uma das ações e no fechamento de cada mês.

Quer avaliar como está o desempenho da sua campanha nas emissoras de rádio? Solicite agora mesmo o atendimento de um dos nossos consultores.

Siga a Audiency nas redes sociais:

Instagram | Facebook | Linkedin | Youtube | Twitter

80% da população brasileira ouve rádio - entenda a importância e como monitorar a publicidade no meio pela audiency

80% da população ouve rádio

Consumo do rádio cresceu durante a pandemia. 80% da população. Em algumas regiões, como Belo Horizonte, o consumo chega a 89% da população.

O rádio sempre foi uma poderosa ferramenta de comunicação, embora a chegada da internet tenha levado algumas pessoas a temerem pela sua longevidade. O que temos observado é justamente o crescimento desse veículo tão popular e que atinge absolutamente todos os públicos de todas as classes sociais.

Eficiente e instantâneo, o rádio é certamente bastante democrático. E, longe de tornar-se obsoleto, este meio de comunicação mostrou grande capacidade de adaptação. As emissoras atualmente disponibilizam ferramentas modernas aos seus ouvintes, tais como emissoras online, podcasts, serviços de streaming e lives, como forma de manter sua audiência e encantar seus clientes e ouvintes.

Entre as principais características que marcam o rádio na atualidade está a capacidade de unir a credibilidade e companheirismo do dial com o dinamismo do universo online.

80% da população ouve rádio

Para aqueles que apostaram na perda de espaço do rádio para o mundo conectado, vem uma surpresa: estudos realizados pela Kantar Ibope Media com pessoas de 13 regiões metropolitanas mostram que, enquanto em 2020 cerca de 78% dos pesquisados ouviam rádio, em 2021 essa faixa passou para 80%.

Outro dado importante mostra que essas pessoas consomem, em geral, cerca de 4h24 ouvindo rádio, sendo que 10% do público analisado tem entre 20 e 39 anos e ouve rádio pela web, ou seja: público jovem e conectado, atento às novas tendências.

Atualmente, o rádio pode ser ouvido em qualquer lugar e a qualquer hora, em virtude da grande possibilidade de dispositivos que transmitem as programações. Celulares, computadores, tablets, e até as Smart TVs fazem com que esse seja uma forma eficiente de transmissão de informação e, com a certeza, de uma grande abrangência. Mesmo com tantas formas e possibilidades de consumir em diferentes devices, o rádio comum continua com a maior fatia, 80%. Mas não podemos deixar de mencionar o crescimento do consumo pelo celular que cresce quase 10% comparado a 2020.

Entre 2020 e 2021 conseguimos ver uma mudança na forma de consumo. Em 2020 18% das pessoas ouviam no carro. Já em 2021 este número subiu para 24%. O mesmo vale para o consumo dentro de casa que passou dos 78% para 71%. Ouvir rádio no trajeto também teve um crescimento de 3% passando de 5% para 8%.

Uma informação importante para que é anunciante, bem como, para quem cuida da programação das emissoras é o famoso horário de pico. No rádio, o pico de consumo segue ocorrendo no período da manhã, especialmente no horário das 10h às 11h. Com este tipo de informação, comprar mídia com horário determinado é garantia de alcance maior.

Ferramentas possibilitam transformar dados em insights

Para entender essa movimentação interessante desse mercado, a Kantar desenvolveu uma ferramenta que permite às emissoras conhecer o seu consumo total, bem como o de sua concorrência.

Essa ferramenta permite que as emissoras analisem o comportamento dos seus ouvintes nas mais diferentes plataformas. Assim, podem identificar os formatos que mais agradam e facilitam a adesão da audiência, de forma a valorizar ainda mais os espaços publicitários.

E já que entramos no assunto de políticas comerciais, a Audiency, maior plataforma de streaming de dados do meio rádio, também acaba de lançar no mercado a uma nova ferramenta de análise de veiculações publicitárias.

Com a solução, o anunciante pode distribuir seus spots, verificar as emissoras que fizeram download, analisar as veiculações por emissora ou por spot, além de obter um relatório detalhado de todas as veiculações de uma campanha. Além disso, esse dashboard de sucesso é online e tem acesso através de login e senha. A equipe da Audiency realiza todo trabalho de configuração e o gestor acompanha tudo em tempo real, de qualquer dispositivo, e sem a necessidade de baixar qualquer programa. Em conclusão, quanto maior controle, melhores resultados!

dashboard monitoramento publicitário da audiency

Se você é um dos mais de cinco mil anunciantes do meio, você deve conhecer esta fantástica ferramenta de monitoramento publicitário. Faça um teste sem compromisso. Envie seu spot para um consultor e obtenha dados tratados e estratégicos sobre as suas veiculações publicitárias.