No Ceará foi feita uma pesquisa que mostra 25 tipos de ouvintes de rádio

Pesquisa indica 25 tipos de ouvintes de rádio

Alunos da Universidade Federal do Ceará, identificaram 25 tipos de ouvintes de rádio. Descubra qual você é, e se for anunciante ou gestor de emissora de rádio, entenda qual estratégia você pode usar para anunciar e se comunicar com cada um deles!

Lá se vão 100 anos do meio rádio como veículo de comunicação.  Um marco e tanto, especialmente quando consideramos a enormidade de pessoas alcançadas diariamente não só pelas ondas do rádio, já que o meio tornou-se multiplataforma, podendo ser ouvido também em celulares, tablets, notebooks, entre outros players. 

Essa diversidade de dispositivos e formatos, já que o programa de rádio também pode ser acompanhado como um podcast nas plataformas de streaming como o Spotify, ou no Youtube e lives nas redes sociais com imagem dos comunicadores, trouxe também a necessidade de conhecer um pouco mais sobre as características do ouvinte. Já parou para pensar na diversidade dos ouvintes, já que o rádio atinge todas as classes sociais, em diferentes regiões?

Rádio e seus múltiplos formatos

E, justamente por ser uma ferramenta de enorme abrangência, é ideal para as mais variadas campanhas publicitárias, educativas ou informativas. O meio rádio torna-se, cada vez mais, indispensável para marcas e anunciantes.

Mas para que essas campanhas sejam completamente eficientes, as emissoras de rádio precisam primeiramente conhecer a fundo seu público ouvinte, de tal forma que direcione sua programação e anúncios adequadamente.

Hoje, em vista da multiplicidade de formas de comunicação, o ouvinte de rádio deixou de ser simplesmente “ouvinte” e passou a ter um papel dinâmico em toda a programação.

Ele interage com a rádio, expressando suas opiniões sobre os mais variados temas, da política à ciência,  comenta sobre esportes, sugere pautas e temas para a grade de programação, discute seus problemas pessoais, entre tantas outras atividades.

25 tipos de ouvinte de rádio

E pensando na importância do conhecimento completo desse público, Bruno Anderson Ferreira Balacó e Edgard Patrício, da Universidade Federal do Ceará, efetuaram uma pesquisa, na qual identificaram os diversos tipos que compõem o universo dos ouvintes radiofônicos no Brasil.

Como resultado, a pesquisa identificou 25 tipos de ouvintes para as rádios brasileiras.  São eles:

  1. Ouvinte aficionado:

É acima de tudo um curioso, que busca descobrir de tudo e torna-se , por conseguinte,  um entusiasta.

  • Ouvinte construtor

Ele participa, sugere, dá ideias de mudanças na programação da rádio.

  • Ouvinte consumidor

É aquele que participa avidamente do consumo dos bens e serviços legalmente divulgados na programação sob a forma de a forma de anúncios.

  • Ouvinte fã:

Originários da época dos programas de auditórios, têm amplo acesso aos profissionais e artistas que participam da programação da rádio.

  • Ouvinte em cena:

Também oriundo dos programas de auditório, entra em cena e faz parte do show, interagindo durante as apresentações.

  • Ouvinte internauta

Explora todas as possibilidades de interação via web, por meio de site, e-mail, redes sociais, etc, participando da programação da emissora ao mesmo tempo que consome a informação fornecida pela rádio.

  • Ouvinte participativo:

Entra diretamente na programação, dando sugestões de pauta, informações relevantes, como por exemplo, sobre o trânsito e os problemas da cidade.

  • Ouvinte convergente:

Participa da programação radiofônica por diferentes plataformas, como sites de redes sociais, blogs, SMS, e-mail, mensagens de áudio, etc.

  • Ouvinte pauteiro:

Participa nos bastidores, sugerindo pautas sobre temas que o afetam diretamente.

  1. Ouvinte entrevistado:

Participa da programação em enquetes, ou dando seu testemunho a cerca de fatos que tenha vivenciado.

  1. Ouvinte repórter:

Colabora com a produção do conteúdo do radiojornalismo, conhece a programação, sugere pautas, faz críticas às reportagens e entrevistas, emite opinião, informa sobre o trânsito, tudo isso usando diversas ferramentas tecnológicas de interação.

  1. Ouvinte comentarista:

É aquele convidado a participar da grade de programação, nos quadros onde a opinião do público é a atração. Em geral, sua participação se dá por meio de mensagem de voz gravada nos aplicativos ou por meio de mensagens de texto enviadas por celular, comentários nos perfis de redes sociais online, etc.

  1. Ouvinte audiência:

É aquele que contata a emissora, principalmente por telefone, oferecendo criticas, recados e algumas vezes sugestões. Entretanto, esse ouvinte tem pouca participação nas decisões tomadas pela emissora.

  1. Ouvinte ativo:

Facilitado pela efetivação das redes sociais na emissora, tem um papel mais ativo, enviando textos, imagens, vídeos e sons.

  1. Ouvinte produtor:

É aquele que envia informações, fotos e vídeos sobre diversos fatos, principalmente sobre os relacionados ao trânsito.

  1. Ouvinte torcedor:

Durante os programas esportivos e transmissões de jogos, especialmente de futebol, ouve, participa e é um interlocutor com papel social na programação. Ele atua em várias frentes, seja no estádio, por telefone ou pela internet.

  1. Ouvinte fiel:

Seguidor da emissora, que acompanha parte ou toda a programação. Ele conhece os nomes dos comunicadores, os horários dos programas, participa com sugestões. Em geral, é aquele que não ouve qualquer outra emissora e faz propaganda da rádio, induzindo outras pessoas a também fazerem parte do público cativo.

  1. Ouvinte web:

É exigente e, além de saber sobre os acontecimentos, quer também saber como, por que, quais os fatos geradores e como isso vai alterar a sua vida no dia a dia e sua atuação como cidadão.

  1. Ouvinte cidadão:

Discute questões de maneira mais ampla, é politizado, está por dentro dos assuntos, não aceita qualquer opinião e nem ideias prontas apresentados pela mídia, além de propor novos temas e novas discussões.

  • Ouvinte militante:

É aquele que interfere constantemente nas emissoras, falando diariamente em vários programas, como se fosse um cronista do cotidiano, repórter informal, comentarista sem contrato de trabalho, analista não institucionalizado na hierarquia das emissoras.

  • Ouvinte enunciador:

É como um receptor de rádio que busca estabelecer uma relação com a emissora, por meio de ferramentas interativas para enviar informações, opiniões, perguntas, correções ou críticas, e que tem sua voz, ainda que de forma indireta, inserida na narrativa.

  • Ouvinte espectador:

É idealizado a partir do conceito de que a audiência é diretamente atingida pela transmissão ao vivo do Facebook e, diferente do ouvinte tradicional de rádio, recebe as informações também através de imagens.

  • Ouvinte comunicador:

Combina o uso de telefones celulares e das redes sociais para a promoção do protagonismo local, ao transmitir textos, áudios e vídeos sem depender de experiências coletivas de gestão e programação de uma emissora. Ele também é um usuário, que comenta, curte e compartilha utilizando as funcionalidades dos sites de redes sociais.

  • Ouvinte fonte:

É proativo, busca participar e intervir quase sempre que simultaneamente na narrativa que consome. Atua por iniciativa própria ou em resposta a convites à interação destinados a uma audiência massiva e anônima.

  • Ouvinte expandido:

Aquele que, a cada interação, sente-se parte do sistema de construção dos conteúdos transmitidos pelo rádio ou por um podcast: opina, informa, faz perguntas, estabelece pautas, transforma-se em fonte da informação, põe no ar sua voz − ainda que controlada pelo emissor em seu antigo papel − e transforma sua atitude social a partir da interação com redes de ouvintes, constituindo uma comunidade despida de territorialidade pela característica digital da comunicação.

Agora que você já conhece mais um pouco sobre o perfil dos ouvintes de rádio, fica bem mais fácil para descobrir como se comunicar com cada um deles. Em uma época que falamos em comunicação para cada tipo de persona, conhecer os diferentes tipos de ouvintes é fundamental.

Outro item fundamental para emissoras de rádio de todo Brasil é estar homologada junto à Audiency.

Oportunidade para emissora de rádio


A Audiency é a sintonia perfeita entre veículos de comunicação, anunciantes e artistas!! Venha fazer parte da maior plataforma de dados de emissoras de rádio do Brasil e tenha disponível um dashboard com as informações mais importantes.

A missão da Audiency é transformar dados em resultados. Você só tem que se cadastrar e usufruir das inúmeras oportunidades. Solicite o contato hoje mesmo de um consultor e saiba como homologar sua emissora.

Siga as redes sociais da Audiency

Facebook | Linkedin | Youtube | Twitter

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *